quarta-feira, 30 de junho de 2010

Mulheres I


Mulher "Mãe"
A mulher "Mãe" vive para os filhos, para o marido, para os irmãos, para os sobrinhos e para os pais idosos. Coloca as vontades dos seus entes queridos, sempre à frente das suas. Nunca tem tempo para si. Se assar um peixe, repartirá as melhores postas pela sua família e ela ficará com a parte da cabeça; se houver restos do dia anterior no frigorífico, será ela que os comerá.
Prós - Está em vias de extinção.
Contras- Queixa-se frequentemente que é uma mártir (e pode ser vítima de vários tipos de abusos).

Mulher "Adolescente"
Mesmo que tenha 50 anos, continua a parecer uma adolescente na aparência. Troca de roupa com as filhas adolescentes, gosta de sair à noite, opina sobre o que fica bem ou mal, com as amigas das filhas; mantém a todo o custo uma figura esguia e passa horas no ginásio ; diz a quem a quer ouvir que se sente como se tivesse 20 anos.
Prós - Mantém um espírito jovem até ao fim dos seus dias.
Contras- Vista de trás parece mesmo uma jovenzinha, mas quando se vira, apanhamos um susto.

terça-feira, 29 de junho de 2010

O Porto aqui tão perto...


Hoje vamos ao Porto, tratar de uns assuntos médicos. Vamos muitas vezes ao Porto, mas não de automóvel, porque achamos o trânsito um pouco caótico, assim como o estacionamento; também damos o nosso contributo para a preservação ambiental, indo de comboio que isto de passar o ano a chamar a atenção dos jovens, para a sustentabilidade e não praticar a teoria, não é correcto. No Porto andamos de transportes públicos ou a pé; e como eu gosto de "bater pé" pelas cidades, pois é desta maneira que melhor se conhecem os locais. Foi assim que aprendi a gostar desta cidade, que a princípio me era estranha. Neste momento já se entranhou.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Mimos


Comecei a ter cabelos brancos, por volta dos vinte anos; não devido às preocupações, mas sim por uma questão genética; como tinha o cabelo preto, mas preto, preto, qualquer fiozinho branco, dava logo nas vistas; nunca tive talento para me pentear: se queria um jeito voltado para dentro, o cabelo contrariava-me e voltava-se para fora, se queria uma franja ondulante, esta ficava mais tesa que um carapau. Sendo assim, comecei a pintar o cabelo e a ir frequentemente ao cabeleireiro; ao longo de toda a minha vida, tive somente cinco cabeleireiras, pois considero que uma cabeleireira é como o médico de família, deve conhecer-nos por dentro e por fora. Agora, é a minha querida Sílvia que me trata do cabelo conforme as suas necessidades, sabe quando é preciso um corte, quando é necessário uma máscara. Enfim, mima-me e trata não só do cabelo mas também da auto-estima que isto de cabelos bem tratados, anda muitas vezes associado, ao nosso bem-estar interior. Quem não passou já pela experiência de ter um dia ou uma fase má na vida e recorrer às compras ou a uma ida ao cabeleireiro para depois, se sentir regenerada? Obrigada Sílvia, Isabel e Cristiana, pelos miminhos que todas as semanas me dão.
(E desta vez vão os nomes completos, que elas merecem!)

domingo, 27 de junho de 2010

Domingo


E porque hoje é domingo, apetece isto, mesmo que não seja junto ao mar, mesmo que seja num imenso campo verde ou num jardim com o cheiro delicioso a relva, acabada de ser cortada. Sempre na companhia de um livro e do meu querido A.

sábado, 26 de junho de 2010

Fashion



A verdade é que com a idade, estou mais vaidosa. Eu que há meia dúzia de anos nem sabia o que significava LBD, ou uns Louboutin, estou agora a par das últimas tendências. Sou seguidora fiel dos blogs considerados super fashion, compro revistas femininas mensais, recebo newsletters de algumas marcas famosas e tenho cartões desconto, de lojas e perfumarias. No entanto continuo a esperar pelas promoções e saldos, quando quero comprar algo de que não necessito, imediatamente. Mas o mais engraçado de tudo, é que já consigo ter uma conversa com a minha mana sobre o assunto, ela que é fashion dos pés à cabeça, por dentro e por fora. Ontem fiz umas compritas...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Leituras


Dando continuação às leituras de Verão, li com muito agrado "A Fada do Lar" de Sophie Kinsella, autora muito conhecida, devido à sua saga de "Louca por compras". Nunca tinha lido nada desta escritora, mas este livro foi uma agradável surpresa, pois cumpre na íntegra os meus propósitos; dei umas boas gargalhadas com as peripécias de uma jovem advogada da City, workaholic que de um momento para o outro se torna governanta/empregada de uma casa, isto sem saber estrelar um ovo, como se costuma dizer. Com um desfecho imprevisível, é uma óptima leitura de férias.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Clafoutis de Nectarina



Nas minhas deambulações pela blogosfera, nomeadamente pelos blogs de culinária, dei de caras com esta receita, aqui. Resolvi fazer para sobremesa de ontem e ficou delicioso. Eu usei nectarinas porque as tenho de colheita própria, mas pode-se utilizar outro tipo de frutas. A mais-valia, foi "conhecer" uma nova blogger, em que temos muito em comum. Obrigada Bela.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Famíla


Hoje em dia, existem imensos tipos de famílias. Famílias tradicionais, famílias monoparentais, famílias disfuncionais, famílias... A lei apoia, a lei prevê, os direitos são adquiridos. Mas depois, existem as famílias standarizadas que a maioria das pessoas tem na sua mente e se algo foge ao "socialmente correcto", passa-se aquilo que eu denomino de meia-família. Nós aqui em casa, somos meia-família, pois não temos nem filhos, nem netos, só eu e o meu querido A. Não gosto do rótulo. E os sobrinhos e os irmãos e os amigos? São a nossa família.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Adoro


este blog, da minha querida R.

É preciso é ter saúde!


Quando era mais jovem, sempre que ouvia a frase "é preciso é ter saúde", não lhe dava grande importância, achava que era uma frase feita que se dizia por dizer. Entretanto os anos passaram e agora que alguns entes queridos já partiram que os pais são idosos e com problemas de saúde que os amigos e familiares se começam a queixar das suas maleitas, sou eu que digo amiudamente - "é preciso é ter saúde que o resto, tudo se resolve".

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cabo da Boa Esperança


E não é que o som das (malditas) vuvuzelas, chegaram aos céus? E não é que o ketchup afinal, sempre verteu? E foi gritar goooooooooolo, goooooooooolo, goooooooooolo, até a voz ficar rouca! E os sorrisos não abandonam os rostos e a coração bate de alegria. Dobrámos o cabo da Boa Esperança, mais uma vez!

domingo, 20 de junho de 2010

sábado, 19 de junho de 2010

Coisas de professora


Ontem, em conversa telefónica com a minha querida sobrinha R. tentava fazer-lhe ver o quanto é importante uma boa preparação académica, para a sua vida futura. Claro que a R. não gostou muito da nossa conversa e quando desligamos, fiquei a pensar que os jovens, são mesmo assim: têm todas as certezas do mundo. Hoje de manhã recebi uma mensagem dela, com um pedido de desculpas, pois tinha pensado melhor e considerava que a tia, tinha razão (sempre foi uma querida, não era agora, que ia deixar de o ser). Também com os meus alunos, sucede o mesmo; passado algum tempo, ligam, escrevem, saltam-me para os braços e a frase " a professora tinha razão" surge muitas vezes. Não sou nem de perto, nem de longe, detentora das verdades,(tenho tantas dúvidas) mas fico satisfeita, quando consigo ajudá-los.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Amizade


É tão bom quando sentimos crescer uma amizade! A pouco e pouco surge a descoberta da outra pessoa, o sentimento vai-se cimentando e quando damos por isso, já sentimos falta quando não estamos em contacto ou a alegria do reencontro. A querida S. acabadinha de chegar do Canadá, não se esqueceu das amigas e trouxe-me uma lembrança que me aqueceu o coração, não pelo valor da prenda, mas tão somente, por se ter lembrado de mim, em paragens tão longínquas.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Nigella


A famosa Nigella Lawson que eu conhecia pelos seus dotes culinários, tem agora um programa na TV, muito mais abrangente onde faz entrevistas, apresenta alguns produtos e logicamente reproduz algumas das suas receitas, que são provadas pelos seus convidados, em estúdio. Hoje falava-se de moda e a determinada altura dizia-se que as pessoas que são viciadas na moda e que seguem qualquer modismo que surja, cegamente, só demonstram ser muito inseguras. Tudo isto, num tom ligeiro, claro ou não fosse a Nigella quem é (considerada uma das cem mulheres mais sexys do mundo).

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Hoje


Pronto... hoje é só assim! Fazes ver a muitos famosos, com balelas do ketchup!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Privacidade


Ontem li, um post da Kitty Fane, que alertava para utilização indevida que algumas pessoas mal intencionadas, fazem de fotos que se publicam nos blogs, com incidência nas fotos de crianças. Segundo ela menciona, no seu "O amor é um lugar estranho" teve alguns problemas com a apropriação de fotos suas, aquando do início do seu blog, para utilizações pouco honestas. Como considero que um blog, funciona um pouco como os diários da nossa adolescência, não gosto desta falta de liberdade, de não falar e escrever abertamente do que nos passa pela mente, do que nos vai na alma, de não publicar uma ou outra foto, mais pessoal. Um pouco à cautela, retirei algumas fotos, onde apareciam amigos e familiares, que se poderiam sentir lesados, caso sucedesse algo de idêntico...

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Douro


O Douro está na moda. Qualquer revista de viagens e turismo, guias de restaurantes e hotéis fazem referência ao denominado Douro vinhateiro. Nunca como agora surgiram tantas casas de turismo de habitação ou mesmo o inovador, enoturismo. Realmente as paisagens são deslumbrantes, as gentes cativantes e o vinho do porto, um marco da nossa Portugalidade. O ano passado, estivemos uns dias em Folgosa; o meu querido A. aquando da época da caça, passa por lá alguns fins-de-semana; a minha querida CC veio de Lisboa de propósito, para um fim-de-semana cultural entre Eça de Queiroz e Camilo Castelo Branco; a minha querida G. foi passar lá o fim-de-semana e trouxe-me uma garrafa de vinho de Porto e cerejas, da quinta dos sogros. Coisa boas, da nossa terra!

domingo, 13 de junho de 2010

Leituras


Declaro oficialmente aberta a "silly season" das leituras!
Para começar a estação como dever ser, " Procura-se diamante para relacionamento sério", cumpre na íntegra o seu papel. Começa pela capa, com uns sapatitos Christian Louboutin e uns anelitos de diamante, passa-se pela autora - Laureen Weisberger - que escreveu também "O diabo veste Prada" e finaliza-se pela saga de três raparigas prestes a chegar aos trinta anos, com muitas dúvidas existenciais, malas Bottega Veneta, penthouses, vestidos Valentinos, cocktails de vodka, férias nos Hamptons, jóias Harry Winston, águas Fiji ou Evian...
É divertido, lê-se em quatro dias e tem-se a sensação que no próximo Verão se pode ler outra vez, pois já nos esquecemos da história.
A "Presença" publicou o livro em simultâneo, com a estreia do filme "Sexo e a Cidade 2" - não me parece uma pura coincidência.

sábado, 12 de junho de 2010

Festa do Mar e da Sardinha




Acabadinhos de regressar a casa, depois de uns dias de "dolce far niente" (oh mana, especialista em italiano, é assim que se escreve?) e com o cheiro ainda a maresia e a sardinhas assadas. Em Vila Praia de Âncora estava a decorrer este evento e aproveitámos também, para comer umas ostras e uns mexilhões ao natural. E não é que havia caracóis? Aqui no Norte é coisa muito rara, pois ninguém aprecia. Claro que "marcharam" logo dois pratinhos e fritos, que nunca tinha provado! Gostei muito da exposição que acompanhava o evento, sobre a vida e a faina dos pescadores desta Praia.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Vamos ver o mar


Nem parece Junho, a chover sem interrupção desde ontem. Mas consegui, por causa da tal precipitação, uma saída até Vila Praia de Âncora. É que por causa da dita cuja, o meu querido A. não tem de de regar as nossas culturas e assim dá para um passeio extra. Vou ver o mar, mesmo que seja em tons de cinza e deliciar-me com um "esparguete do mar", no nosso restaurante preferido!

domingo, 6 de junho de 2010

Praia, amigos, aniversário e Cascais...





Isto de comemorar 80 anos de vida, não é para todos. Mas a minha querida mãe, conseguiu esta proeza e fizemos-lhe uma festa de arromba, que durou quatro dias! Oferecemos-lhe prendas, levamo-la a almoçar, demos passeios, juntámos os amigos.
Revi amigos/as de quem tenho sempre saudades e que eu adoro, porque nunca deixam de ser exactamente iguais a si próprios/as; passei umas óptimas manhãs à beira mar, na praia de Carcavelos; conversei com a minha querida Rita, que está "gente grande"; passeei por Cascais, onde encontro sempre algo de novo (casa de Sta. Maria); deliciei-me com a gastronomia do Sul. Enfim, só não ficamos mais tempo, porque o meu campestre A. já estava a ficar um pouco "agitado", mas foram uns dias inesquecíveis.

Leituras


Não conhecia a autora -Jojo Moyes. Foi uma agradável descoberta; "Um violino na noite" fala-nos de perda e renascimento, de ciclos de vida que finalizam e que aparentemente são dolorosos, mas que dão muitas vezes, origem a fases da vida muito positivas e de agradáveis descobertas. Identifiquei-me. Lê-se num fôlego.

fugasB: Filósofos da mesa: A vida dos críticos de gastronomia [por Paulo Moura]

fugasB: Filósofos da mesa: A vida dos críticos de gastronomia [por Paulo Moura]