quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Obrigado!


Este deveria ser o meu lema de vida actualmente... ainda não o é... mas estou quase, quase lá! E vocês contribuíram e muito, para este grande passo.

Quero agradecer do fundo do coração todas as palavras amigas, testemunhos, abraços virtuais que me deixaram no post anterior.
É bom saber que nos entendem e que não estamos sozinhos, nesta etapa. 
Deram-me força e percebi que temos tanto em comum, que tantas de vós já passaram ou estão a passar por algo idêntico. 
Aprendi convosco! 
Fizerem-me ver toda a situação, por um prisma muito mais positivo (vá de retro sentimento de culpa!).
Ganhei forças! 
A sério!!

Um agradecimento especial, à Rosinha Cruz (obrigada pela cumplicidade, minha querida), à Montana (muita força, minha querida), à São (as suas palavras ajudaram-me tanto, minha amiga!), à Jo, à ádescávir, à Paula, à Dear Daisy, à Ana (as tuas palavras deram-me muita força, minha querida), à Ana Sofia, à Helena Pereira; à Custódia (eternas cúmplices!), à Cantinho (obrigada por toda a força, minha querida), à Anabela Julião, à OutraMaria (tens toda a razão, minha querida), à Flor de Jasmim (muita coragem, minha querida), à Maria do Carmo (minha querida, como me identifiquei contigo!), à Sofia Fernandes (obrigada minha querida, pelos ensinamentos preciosos), à Marta, à Susana Correia dos Santos (os meus sentimentos, minha querida), à Fernanda (minha querida, tudo o que escreveu parecia que tinha acontecido aqui em casa), à Anita, à Suricate, à AvoGi (não fiquei nada ofendida, bem pelo contrário, minha querida), à Pratos da Bela, à Tuquinha (as melhoras, minha querida), à Ideias com linhas, à P, à Graça Sampaio, à, Maria, à S*, à SAV, à Niki, à Gaja Maria, à Marta, à Nadinha Importante, à Opinante, à Green, à Rosa dos Ventos, à Cê, à Fashionista, à Majo, à Maria, ao Rogério; à Scarlet Red, à Carla Isabel, à ... acho que não me esqueci de ninguém!

Ainda não tive tempo de responder aos emails pessoais que me enviaram, mas hei-de conseguir.

A minha mãe-pequenina, está linda! 
Bem arranjada, bem cuidada, muito mais calma e a começar a gostar da sua nova casa. 
E ainda não passou um mês, desde a grande mudança.

Um grande, grande abraço,

Manuela

30 comentários:

Dear Daisy disse...

O caminho torna-se menos difícil quando não estamos sós.
Um beijinho grande.
Quando precisares, estarei disponível. Tu mereces o meu melhor.
Coragem Manuela!

Maria disse...

tens pessoas especiais por perto, isso torna tudo um bocadinho mais facil.
beijinhooooooo

Ana Sofia disse...

...fico mesmo feliz, de a ver mais animada Manuela e ainda bem que a sua mãe se começa a sentir em casa...beijinho para ambas :)

Opinante disse...

Forcinha querida*

♥Cat disse...

Ainda bem que as coisas estão a correr pelo melhor!
E a Manuela é muito querida por estas bandas por isso terá sempre um cantinho para vir buscar palavras amigas e energias positivas :)
Beijinhos!

Ideias com Linhas disse...

Força Manuela, vai correr tudo bem!
A tua mãe ainda vai pensar que foi o melhor que lhe aconteceu!! :)

Suricate disse...

Yeaaahhhh!!! Boas notícias:) Que Bom! Por ti e por ela Manuela:)
Fico Feliz!!!! E não te esqueças, cabeça erguida:) e coração aquecido por todos os que gostam de ti!

jinhooooossss

Jo disse...

Que bom que está tudo melhor, Manuela! :)

Rosa dos Ventos disse...

Ainda bem!

Abraço

OutraMaria disse...

Ate me vieram as lagrimas aos olhos mas de felicidade, é bom saber que a tua mae está bem e tu melhor ainda.. e estarei sempre para te dar força e puxar para a frente... a vida nao é facil mas quando nos sentimos apoiadas mesmo que á distancia ganhamos uma nova força... e não precisas de agradecer minha querida. beijinho

luís rodrigues coelho Coelho disse...

A vida continua e se formos fortes continuaremos a olhar em frente.
Os bons momentos passam assim como os maus embora estes fique mais tempo no nosso subconsciemte.

AvoGI disse...

Nada que agradecer, amigaMamoela
Kis:=)

AvoGI disse...

Nada que agradecer, amigaMamoela
Kis:=)

cantinho disse...

Obrigada pelas suas palavras.
Nem tinha que agradecer.
Um beijinho

Rogerio G. V. Pereira disse...

Um Rogério
aí perdido
no meio do mulherio...

Eu merecia um beijo
se a Turista fosse um bom-feitio

Graça Sampaio disse...

Nem tinhas de agradecer!
Contente que fiquei por estarem ambas (a mãe-pequenina e a grande-filha) muito mais calmas!

Beijinhos e abraços.

Fernanda disse...

Querida Manuela, diz-se que o caminho se faz caminhando, folgo em ver que está bem e que esse sentimento de "culpa" começa a desaparecer (só pode! Culpa de quê minha querida? De desejar o melhor para a sua mãe e zelar também pela sua própria saúde?). Como vê a sua mãe pequenina está bem tratada e começa a apreciar a vida em "comunidade" com gente da sua idade e com tantas "estórias" para contar (e se eles têm "estórias"...). Quem sabe se não arranja até um namoradito por lá hihihi... Beijinho e volte mais vezes, pois gosto muito de a "ouvir".

Fernanda disse...

Querida Manuela, diz-se que o caminho se faz caminhando, folgo em ver que está bem e que esse sentimento de "culpa" começa a desaparecer (só pode! Culpa de quê minha querida? De desejar o melhor para a sua mãe e zelar também pela sua própria saúde?). Como vê a sua mãe pequenina está bem tratada e começa a apreciar a vida em "comunidade" com gente da sua idade e com tantas "estórias" para contar (e se eles têm "estórias"...). Quem sabe se não arranja até um namoradito por lá hihihi... Beijinho e volte mais vezes, pois gosto muito de a "ouvir".

Fernanda disse...

Não escrevi a mensagem duas vezes. Esta "coisa" é que amalucou e mandou 1 mensagem a dizer que tinha ficado sem efeito e, afinal, publicou duas vezes (mas comigo estas coisas do computador amaluca sempre. Culpa do computador. Claro!!

Gaja Maria disse...

Tentei diversas vezes deixar-te um comentário no post anterior mas deu-me sempre erro. De qualquer forma, fico feliz por saber que as coisas estão a seguir o seu rumo normal e que estás mais em paz contigo. Também fico feliz por saber que a tua mãe está finalmente a adaptar-se. Um grande beijinho para ambas. :)

Flor de Jasmim disse...

Nelinha não tens que agradecer amiga, sei bem por experiência própria o que tens passado, de certa forma.
Fico contente pela tua mãe que está a ser tão bem cuidada, fico contente por ti amiga que cada dia que falava contigo até a tua voz estava diferente, é um desgaste enorme e tu também não tens saúde, tu sabes bem.

Beijinho e uma flor

rosinha cruz disse...

O lema é mesmo esse, também demorei algum tempo mas cheguei lá :)
Não tens que agradecer, muita força, querida!
Beijinhos

Custódia C.C. disse...

:) apenas um sorriso, um grande sorriso :)

Maria disse...

E o caminho é mesmo esse...!
beijinhos
Maria

Helena Pereira disse...

Muitos beijinhos para as duas e força.

S* disse...

Querida Manuela, a tua ternura faz bem à blogosfera. Força.

Marta disse...

Que bom!!! Ainda bem que a tua mãe está bem e tu também :)
Um beijinho grande e bom fim de semana.

Green disse...

Ainda bem que tudo se resolve :)
Beijinhos*

Majo disse...

Gostei muito de saber que está tudo a correr bem.
Daqui para a frente, tudo será mais animador. Felicidades.
Cordial abraço.

Bombom disse...

Que bom, que as águas estão a acalmar! Fico contente por saber que a sua Mãe-pequenina está a adaptar-se bem. Afinal, ela está rodeada de bons técnicos e de pessoas atentas ao seu problema.
A adaptação nunca é fácil, sobretudo quando as pessoas ainda têm vitalidade e muita personalidade.
Dou Graças por ver a Manuela mais calma e serena, a ver bem o problema sem se deixar abater. Agora, cuide bem da sua saúde, trate-se bem! Só se a Manuela estiver bem é que poderá assistir a sua Mãe e ajudar os outros. Bjs. Bombom