quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Professor/a


Por Jô Soares


É o material de apoio mais barato da escola
Se é jovem, não tem experiência, se é velho, está ultrapassado.
Se não tem automóvel, é um pobre coitado, se tem, chora de barriga cheia.
Se fala em voz alta, vive a gritar. Se fala em tom normal, ninguém o ouve.
Se tiver necessidade de faltar à escola, é um turista. Se não falta é um cromo.
Se conversa com os outros professores, está a dizer mal dos alunos. Se não conversa, é anti-social.
Se dá muita matéria, não tem dó dos alunos. Se der pouca matéria não prepara os alunos.
Se brinca com a turma, é engraçadinho. Se não brinca é um chato.
Se chama a atenção de um aluno, é implicativo: Se não chama, não quer saber.
Se o exame é longo, não dá tempo aos alunos. Se é curto, não dá hipótese.
Se escreve muito, não explica. Se explica muito, não há apontamentos.
Se fala correctamente, ninguém o entende. Se fala o "língua" do aluno, não tem vocabulário.
Se exige é rude. Se elogia, é desbocado.
Se o aluno é reprovado, é perseguição. Se é aprovado, tinha cunhas

É, parece que o professor está sempre errado, mas se conseguiu ler isto até aqui, agradeça a ele!

Obrigada, querida Smile, mais uma vez!

36 comentários:

Sissy disse...

Tudo aquilo que li é bem verdade. Espero que não tenhas ficado chateada com o meu outro post, eu não queria falar mal da classe dos professores, nem nada do género. Apenas que em todo o lado existem maus e bons profissionais. Assim como também existe desemprego.

Beijooo*****

Marta disse...

É uma verdade absoluta!
;)

anf disse...

Muito giro cncordo com a Sissy,
Manuela as ecobags são de que material é que eu tenho ideia de oferecer no Natal é um presente em conta e ainda estou/estamos a contribuir positivamente para o planeta,
beijo

Bomboca do Amor disse...

Ser professor é uma profissão muito ingrata e olha que de profissões ingratas percebo eu!
Mas é uma das profissões mais importantes, sem eles neste momento não teríamos chegado a um terço do caminho.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Dina disse...

Infelizmente é verdade. Não percebo porque é que a profissão é tão ingrata e tão mal vista pelos outros profissionais (há de tudo em todas as classes). Só oiço dizer que não fazem nada, que só têm férias, mas a verdade é totalmente diferente!

Rosa dos Ventos disse...

Sem professores e professoras o que seria do Mundo?
Tenho muito orgulho em ser professora porque quem o foi nunca deixa de o ser! :-))

Abraço

Anna^ disse...

Há profissões que são um pau de dois bicos...essa é que é essa!

Sofia disse...

Li até ao fim e sinceramente gostei muito. É bem verdade que os professores são provavelmente os profissionais mais criticados de sempre, sendo presos por ter cão e por não ter. Muitas vezes os alunos têm consciência que estão a ser injustos, mas continuam com as críticas para justificarem os seus próprios erros.
É verdade é que como em todas as profissões há bons e maus profissionais. E mesmo com os maus aprendemos sempre alguma coisa, por isso, sim, é verdade que lhes devemos muito!
A educação é fundamental.

Turista, sei que tenho sido uma "baldas", mas mesmo quando não comento gosto de dar uma olhadela. Continue com o seu óptimo trabalho.
Cumprimentos!

Autora de Sonhos disse...

Post cheio de verdade!

Milaresendes disse...

E pensar que me formo em 2012...
Mas como dizem, professor/a é missão!

Te disse...

Eu li tudo e acho que tenho de agradecer à minha professora da primária que era fantástica para os alunos mas não deixava de ser exigente.

Beijinhos.

Borboleta disse...

Nunca fui de fazer muitas queixas acerca dos professores. Só comecei a reclamar no básico, até ter uma professora, mais propriamente a minha directora de turma. Como ela bem dizia, era mais que nossa mãe. Ainda hoje marcamos jantares com a turma e reunimo-nos. Também tive outros professores que marcaram-me imenso e que agradeço-lhes tudo o que ensinaram-me. Hoje no liceu, a relação é mais impessoal infelizmente, mas há um ou outro que são óptimos professores.

Lídia Borges disse...

É uma realidade que urge mudar, a bem da escola e da Educação.


L.B.

Philippa Style disse...

Infelizmente, tem toda a razão!

Beijinhos

susiedesonho disse...

Eu adorava ser professora. Estudei para isso e tudo mas só arranjei colocação decente uma vez. Chegou uma altura em que tive de optar pela carreira ou constituir família. Optei pela segunda. Não me arrependo, claro está. Mas sinto mesmo a falta daquilo que gostava e sei fazer. O meu marido teve mais sorte que eu nas colocações e foi conseguindo ficar perto de casa. É uma profissão complicada. Muito complicada, principalmente a nível psicológico e emocional.

" Smile disse...

:)

AVOGI disse...

eu li até ao fim, mesmo já conhecendo o artigo.
e assino por baixo . eu que tb sou professora mesmo aposentada sou e nunca deixarei de o ser
kis :=)

carol disse...

É bem verdade! Professor é assim um pouco como saco de box... Mas, podes ter a certeza, Manelinha, a mim estas críticas nunca me beliscaram! Sou dura, sou de força...

Beijinhos

Flor de Jasmim disse...

Sou contabilista nada tem a haver com educação, no entanto tenho muito respeito pelos professores. Se não não fossem eles, como seria?
Beijinho querida

Palco do tempo disse...

é bem verdade :)

Página ao Lado disse...

Magnifico! (:

http://paginaaolado.blogspot.com

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Bem apanhado!

Malena disse...

Nem mais! :)**

Panda disse...

Está bem visto o texto, eu não sou professora mas sei que deve ser uma profissão bem ingrata, não direi por todos que há-de haver quem reconheça o bom trabalho mas a maior parte das pessoas (pais e alunos) não sabe o que custa.

Rita disse...

Uma que ela tem de lado ao nivel do peito.

Melminho disse...

Concordo com a Susiedesonho, é uma profissão muito complicada, principalmente a nível psicológico e emocional.
Beijinhos
http://melminho.blogspot.com/

Nokas disse...

Verdadinha!!

Nokas disse...

Embora haja de tudo...e conheço alguns muito maus!

Catarina disse...

Já conhecia, mas gostei de ler de novo! : )

Rogério Pereira disse...

Acho que qualquer professor precisa de um Seu Contrário... Caso não o possua como pode Sua Alma tirar as teimas sobre se os erros que lhe são apontados são válidos ou não?

A Produtora de Paparoca disse...

Eu tive excelentes professores (tirando um ou outro). Tive professores que me marcaram, como a da 3ª classe...até aos da faculdade. Actualmente os professores sofrem imenso, desde ao momento em são colocados ou não nas escolas, na sala de aula, nas reuniões (são só actas). É uma profissão que necessita de uma renovação e muito apoio. Vêm ai tempos bem difíceis, mas acredito que a educação vai melhor...aliás tem de melhor.

:)***

Turista disse...

Caras amigas e caros amigos, hoje em jeito de resposta aos vossos comentários, deixo-vos uma carta à blogosfera, no próximo post.
Esta é a minha resposta, mas tenho a certeza que também dou voz, a muitos professores e alunos. :)

Beijinhos e bom fim de semana, minhas queridas e meus queridos.

estrela disse...

eu não conhecia este texto, mas acho que em todos os trabalhos há bons e maus profissionais e nesta profissão o desgastante é mesmo os miúdos estar com 30 alunos de hora a hora e aturar as faltas de educação é dose!!!
Hoje em dia toda a gente é criticada por isto ou por aquilo, é geral!
bjs e um bom dia para ti!

o meu post foi escrito pela Sorriso eu pedi autorização para publicar pq achei que estava muito bom!
http://com-sorriso-s.blogspot.com/

Turista disse...

Querida Estrela, obrigada pelo esclarecimento. O texto estava óptimo! :)

Beijinhos e bom fim de semana, minha querida.

Luisinha disse...

Já apanhei isto tudo no fim, mas de qualquer maneira quero dizer que apesar de não ser professora concordo em absoluto. É pena mesmo que não se lhes dê o devido valor, afinal passam horas com os nossos filhos...
Bjinho grande

Turista disse...

Querida Luisinha, obrigada pelo teu apoio e testemunho. :)

Beijinhos e boa semana, minha querida.