terça-feira, 14 de junho de 2011

Apontamentos do meu País - Sofia I


Sofia, tinha acabado de chegar da escola e devorava o seu almoço, com a fome típica dos seus dezassete anos. A mãe tinha-lhe dito que a vizinha, a D. Noémia, tinha perguntado se ela não quereria dar-lhe uma ajuda, nas limpezas da casa para a Páscoa.
Sofia, não se fez rogada e engolindo o seu almoço, disse logo que sim.
Afinal, queria tanto comprar aquele vestido lindo que tinha visto numa loja do centro comercial, para o baile de finalistas e a vizinha era pródiga no pagamento! A mãe já lhe tinha dito que o vestido era demasiado caro, que era um luxo, mas Sofia não desistia. Queria ir linda e de saltos altos que nunca usara.
Havia de ser a mais bonita da festa, e vestiria como as outras, um vestido de marca e uns sapatos de salto, que ainda havia de aprender a usar!
A mãe olhava para ela de lado, enquanto contradizia estes sonhos, falados:
- No campo não queres tu andar a trabalhar, só te pende para a vaidade!
Sofia, terminou o seu almoço e enquanto lavava o seu prato, jurava a si mesma que nunca a apanhariam nos campos a trabalhar de sol a sol, como os seus pais o tinham feito a vida inteira...

(História verídica, passada nos arredores de Braga em Abril de 2011...)

19 comentários:

Lux disse...

Pois, é compreensível...
Mas trabalhar no campo não implica obrigatóriamente que a pessoa tenha que ser deselegante...
Aliás, a menina podia estudar agronomia e ter um bom futuro...
Neste momento, os portugueses, gostem ou não, vão ter que se virar para a agricultura... O País precisa, porque de doutores e Engeheiros já nós estamos cheios, e eles, coitados, quase todos no desemprego!

xoxo
Lux

krasiva disse...

Fico à espera da continuação ;) Conseguiu comprar o vestido? bjs

Autora de Sonhos disse...

Adoro estas histórias, esta em particular é um tanto ao quanto familiar...
Conta mais...

Nokas disse...

São histórias de muitas vidas...

Green disse...

Agora é esperar que a história continue, para saber se a Sofia sempre conseguiu o que queria :)

flor de jasmim disse...

Manuela querida
Fico esperando a continuação. Mas de facto ela poderia conciliar as duas coisas, não quero dizer que teria que ser a vida inteira no campo.
Beijinho

Nita disse...

Querida Manuel! uma história bonita, também fiquei curiosa de saber se conseguiu comprar o vestido ou não, gostou do vestido e ia trabalhar para poder comprar é de louvar.
Beijinhos

Joop Zand disse...

Hello Manuela

I like this work again very much. it's a pleasure to see this.

greetings and a kiss, Joop

Nina disse...

Se é esse o desejo de Sofia, que o consiga concretizar.
bji

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Mal ela sabia que um senhor em Belém, depois de ter destruído a agricultura, agora a quer renascer como a salvação de Portugal.
Não será Sofia uma mulher fora do seu tempo?
Beijinho, amiga.

Formiguinha disse...

Conheço muitas estórias como essas...

Aguardo o final!

Boa semana!
Beijinhos da Formiguinha

mfc disse...

Ohhh.... esta alusão aos Bailes de Finalistas!

Bem... vamos continuar a seguir a trama da história...

Rita & os Tachos disse...

Parece a História da Cinderela. ;) Beijinhos

Luisinha disse...

E então? Comprou o vestido ou não??
;))

carol disse...

Ora, ora, como eu compreendo a Sofia! A vida nos campos é demasiado dura e muitíssimo mal paga - quem está para isso?

Manuela disse...

Minhas amigas e meus amigos, a história verídica, terá hoje o seu desfecho.
Quanto ao trabalhar no campo, como diz a Carol e bem, é uma vida muito dura e mal paga, por isso compreendo perfeitamente que a Sofia, o não queira fazer.
E concordo plenamente, com o que o Carlos, escreve: "um senhor em Belém, depois de ter destruído a agricultura, agora a quer renascer como a salvação de Portugal."
E as quotas? Estamos esquecidos das cotas impostas pela UE? Ou vamos produzir, para deitar fora mais uma vez, como aconteceu ultimamente com os produtos hortícolas daqui bem perto, na Póvoa do Varzim?
Menos demagogia, muito menos...

Beijinhos, minhas queridas e meus queridos.

Lux disse...

Sim Manuela, tens razão nesse aspecto...

xoxo
Lux

susana disse...

Gostei muito :)

Manuela disse...

Lux, por vezes as atitudes, não correspondem à realidade... ;)

Susana, obrigada :)

Beijinhos, minhas queridas.