terça-feira, 11 de junho de 2013

A Bertrand Chiado é a «livraria preferida» de Lisboa.

Fotografia de Pedro Cunha
A Livraria Bertrand do Chiado, fundada em 1732, é a livraria preferida na cidade de Lisboa, segundo um inquérito online, promovido pela Associação de Editores e Livreiros (APEL), foi esta terça-feira revelado.
A Livraria Preferida é uma iniciativa da APEL, no âmbito do programa “Ler em Todo o Lado”, que decorreu durante o mês de Abril, tendo recebido cerca de 2.500 votações online.
A Livraria Bertrand, na rua Garrett, foi fundada por Pedro Faure e, em 2010, foi considerada a mais antiga livraria em actividade, pelo Guiness Book.
Ao longo dos seus 281 anos de vida, aos seus balcões e pelas suas salas passaram nomes como o político José Fontana, que foi empregado e ali se suicidou em 1876, o historiador e escritor Alexandre Herculano, vários intelectuais da denominada “geração de 70”, como Oliveira Martins, Eça de Queiroz, Antero de Quental e Ramalho Ortigão.
O escritor Aquilino Ribeiro, falecido há 50 anos, foi seu frequentador assíduo e a livraria criou um espaço denominado Cantinho do Aquilino, na primeira sala, do lado direito da entrada, preservando a sua memória.
Fernando Namora, Urbano Tavares Rodrigues, José Cardoso Pires, Vergílio Ferreira e Dinis Machado foram outros dos escritores que frequentaram a Bertrand do Chiado.
No segundo lugar classificou-se a Livraria Pó dos Livros, na avenida Marquês de Tomar, fundada em 2007, e no 3.º, a Ler Devagar Lx Factory, em Alcântara-Mar, aberta desde 2009, e que arrecadou também o Prémio Melhor Ambiente.
O 4.º lugar foi para a Livraria Ferrin, no Chiado, e o 5.º, para a Leya na Barata, na avenida de Roma.
O Prémio Melhor Catálogo foi atribuído à FNAC Colombo, na Luz, e o Prémio Melhor Atendimento foi para a Livraria Ler, em Campo de Ourique, que foi fundada em 1970.
O objectivo desta iniciativa, segundo comunicado da APEL, é “promover os hábitos de leitura junto de diversos públicos, em diferentes locais, através das mais variadas acções”.
E eu participei neste inquérito, com muito agrado!

5 comentários:

GATA disse...

A Livraria Bertrand do Chiado é, de facto, um espaço agradável... Infelizmente não digo o mesmo dos empregados!

Há cerca de duas semanas estive lá, com uma amiga estrangeira, perguntei onde estavam os livros do autor "x" e o empregado, com um ar de frete, apontou para o fundo da sala e disse "Lá"... A minha amiga, que não sabe português, só pela cara do rapaz, comentou de imediato: "How rude!"

Rosa dos Ventos disse...

E a minha...sobretudo pelas recordações que me traz do tempo da universidade!

Abraço

Pérola disse...

Um post muito a propósito sobre local incontornável.

Beijinho

♥C disse...

Não vou à Bertrand no Chiado há tanto tempo! Eis uma boa desculpa para voltar ;)

Fashionista disse...

adoro!!!!!! Faz parte do meu roteiro obrigatório sempre que vou ao Chiado!