sábado, 26 de maio de 2012

26.Caminhos

Pelos caminhos do Parque Nacional da Peneda-Gerês - Fevereiro de 2012

Os meus caminhos actualmente são rurais, campestres mesmo!
Por vezes tenho saudades dos caminhos da cidade...

14 comentários:

Nina disse...

E eu que precisava de tempo para me aventurar mais. Dinheiro também ajudava (ai o nosso subsídio!:))
beijinhos, querida

Alexandrina Areias disse...

Todos os "caminhos" nos fazem falta... Temos é que saber desfrutar sempre os que encontramos / percorremos...
Bons passeios campestres!!!

Beijinhos e bom fim de semana:)

Ângela Almeida disse...

Eu gosto de me "perder" pelos caminhos rurais :)
Kiss

Carolina Tavares disse...

Gosto de lugares assim, campestres, e são especiais para fotografar.

Catarina disse...

Os caminhos rurais acalmam.... mas, às tantas, é capaz de ser uma calmaria a mais! : )

Rosa dos Ventos disse...

Tenho saudades do Gerês mas agora tenho que caminhar para a cidade!
Há que fazer opções quando não podemos ter as duas coisas! :-))
Com um pouquinho de ginástica talvez consiga ir à capital da cultura e dar um salto ao Gerês...lá mais para o fim do Verão!

Abraço

Ben disse...

Olá Manuela, obrigada pela visita ao blog. Realmente já há uns tempos que andava para adicionar a funcionalidade para que quem quisesse me seguisse. Agora já está. Parabéns pelo desafio e pelo selo que está lindo de morrer :)

Um beijinho
Ben

DSMorais disse...

Que saudades de me aventurar por esses caminhos, onde apenas a natureza nos ouve... Onde apenas a natureza ocupa os nossos pensamentos!
Bela imagem querida Turista :)
Beijinho*

Sofia disse...

Adoro o Gerês. É sempre um bom local para umas caminhadas. :)
Beijinho*

Sofia disse...

Adoro o Gerês. É sempre um bom local para umas caminhadas. :)
Beijinho*

by me with love disse...

Ai o GerÊs não passo um Verão sem lá ir, aquelas lagoas são rejuvenescedoras :)

(Quanto ás minhas peças, peço desculpa pelo lapso, as peças serão duas, as que enviei por e-mail :)

Green disse...

Eu nasci e cresci no campo, vivi na cidade durante a universidade, e não tenho saudades nenhumas da cidade.

Graça Sampaio disse...

Como eu te compreendo, Turistinha! Eu cá, entre o campo e o campo, prefiro... a cidade! Sempre|

Beijinhos citadinos.

Ana disse...

Dizer que gosto do Gerês é pouco, amo!
Tia, faça a sua carta e diga umas verdades duras de ouvir à sobrinha e à mãe dela.