domingo, 7 de outubro de 2012

Ode marítima.


Esposende, Maio de 2010
"O edifício, sobranceiro ao rio Cávado, marca a paisagem, com as letras a vermelho, 
da Estação de Socorros a Náufragos, a vincar antigos (e atuais) serviços. 
Estava entregue ao abandono quando, por iniciativa da 
Associação Fórum Esposendense e celebrado protocolo com a Marinha, 
foi completamente recuperado para albergar, em parte, o Museu Marítimo de Esposende.

Inaugurado em julho passado, pretende contar uma história significativa deste concelho, 
desde a construção naval à pesca.

Na exposição inaugural, Do rio ao mar largo a gesta esposendense, quiseram 
selecionar peças que mostrassem a variedade do espólio reunido. Réplicas de catraias
(embarcações típicas) e veleiros outrora construídos nos estaleiros de Esposende...

As paredes das escadas que acompanham a denominada Torre da Memória foram 
preenchidas com retratos recolhidos no registo de pescadores, entre 1896 e 1950, 
numa homenagem à classe.

"Os visitantes perdem-se aqui, na procura dos seus antepassados. 
É algo que mexe muito com eles", conta Fernando Ferreira, 
o presidente da Fórum Esposendense. 
No alto, a vista recompensadora da Foz do Cávado.
Para limpar as lágrimas...

MUSEU MARÍTIMO DE ESPOSENDE
Estação de Socorros a Náufragos
Av. Eng. Eduardo Arantes e Oliveira, Esposende
T. 253 964 836
Ter-Sex 14h30-19h
Sáb-Dom 10h-12hy, 15h-19h
€2,50
Ler mais: http://visao.sapo.pt/ode-maritima=f684397#ixzz27WtrFBfZ

1 comentário:

aNaMartins disse...

Esposende, ainda hoje passei por lá estava um belo dia! e uma bela manhã de praia..


beijinho*