quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Sobre a Casa dos Segredos.

Secret Story 3: Eleição da
(fotografia retirada da net)

Gosto de dar uma espreitadela aquele programa! Que querem? É a minha veia anti-crise, a querer sobressair!
Mas claro que gosto muito mais da Casa dos Degredos do Estado de Graça. Ainda me faz rir, mais!
Vejo uma vez por outra os diários e sou fiel seguidora do dia das nomeações e das Galas (apesar de já me aborrecerem as metáforas e analogias feitas pela Teresinha,  e raramente entendidas pelos concorrentes, mas isso agora... não interessa nada!)
A minha veia sociológica, nunca se desliga e de cada vez que aprecio o que se passa neste reality show, concluo que a temática dava uma boa tese de mestrado.
Há sempre as figuras típicas, como a loura burra que nesta edição é protagonizada pela Sandra e na edição passada era a Cátia (que nem sequer era loura); há sempre o chico-esperto que esta edição é o Arnaldo e nas edições das anteriores, eram o Paulo e o Ivo; há o sempre o cromo que nesta edição é o Élio; existem os rapazes musculados e as meninas boazonas, em doses idênticas, em todas as edições.
E depois há uma professora, nesta Casa dos Segredos 3. E aí eu até compreendo porque que é que a menina se candidatou: não tinha emprego, não foi colocada, assim como assim, lá dentro tem casa e alimentação de graça e com um bocadinho de sorte, até consegue trazer um dinheirito e cá fora acaba por fazer umas presenças e tal... que colocação numa escola, nem de perto, nem de longe!
Ainda não percebi é o que faz lá dentro, um rapazinho bem educado e bem formado, como o Wilson?!
Deve ser o típico outsider... tal como o foi numa das edições anteriores, o Miguel de Irivo que hoje faz parte da Junta de Freguesia da sua terra...

21 comentários:

As Duas na Letra disse...

Odeio a Teresa...não comprendo...ela é mesmo má apresentadora...

Paulinha

sandra disse...

Sinceramente eu também sigo o que eu vou fazer se gosto ver apesar de já me aborrecer um bocadinho :)
bjinhos

lena disse...

Também gosto de ver. Acho o bruno e a Vanessa muito fofinhos.
Beijinhos grandes.

abspinola disse...

Querida Manuela eu não vejo, não consigo ver a degradação destes jovens , todos a procura de fama e gloria, e naquelas cabeças não rola nada.

Bjs

Carla disse...

Olá Turista. Não venho comentar este post, porque não tenho comentários sobre este tema.
Venho deixar um grande beijinho e dizer que tenho mais alguns marcadores para te enviar (pouquinhos, mas vou juntar mais!). Portanto, não me esqueci de ti! Só não tenho comentado muito por aqui...

Beijinho :)

marina disse...

Eu tambem vejo, tenho um filho com 18 anos que gosta de ver, mas há lá alguns que nao se aproveita nada, mas serve de exemplos para o meu filho...estou sempre a dar-lhe os bons e os maus exemplos que se podem tirar dali.
Nem tudo é mau 100%.
Beijinhos

Opinante disse...

A Sô Dona Teresa já irrita com tanto trocadilho irra!

Eu também sou pelo Wilson!

Rosa dos Ventos disse...

Não vejo e não é por preconceito, simplesmente não gosto do género...como não vejo outros programas!

Abraço

Jo disse...

Concordo contigo Turista!

S* disse...

Nunca mais vi, só apanhei a primeira gala. Mas fiquei chocada porque o Wilson parecia bem mais educado, parece mesmo outsider.

Carlota Pires Dacosta disse...

Como não segui a outra edição, nesta ainda faço um esforço e vejo o dia das galas.
Podiam era aproveitar e já que lá têm gente desocupada todo o dia fazer algo pela população desfavorida cá fora.
Beijinhos

Scarlet Red disse...

Quem é esse Miguel de Irivo de quem nunca ouvi falar?? Fiquei curiosa!
Os meus preferidos são o Hélio e o Wilson, pelo sentido de humor e por revelarem vida na caixa craniana...
Mas estou contigo, bom, bom é ver o Estado de Graça :D é que depois olhamos para os verdadeiros e só nos lembramos dos cromos da Casa dos Degredos!

ML disse...

Eu gosto de ver! Gosto de analisar aquelas peças, concorrentes, confesso.

Gosto do Wilson, não gosto nada da Joana, gémeas, Sandra e companhia, sou do porto mas aquela gente é o degredo em pessoa!

Scarlet Red disse...

Nelita, tu sabes que eu não sou de ficar a matutar muito tempo ;) já fui googlar e já sei quem é o Miguel de Irivo (o apelido é que me baralhou)!
É um com ar de xoninhas cujo segredo era já ter ido para a cama com muitas mulheres... pois espero que apanhe sífilis!

Turista disse...

Ai, esta minha querida Scarlet! :)
Irivo, é o nome de uma localidade na região do Douro, não era o apelido do rapaz. O Miguel, era de Irivo!
Sinceramente já não lembra do segredo dele...
Estes tipos de programas são mesmo assim: mastigamos e deitamos fora! :)

Beijinhos para todas.

Inês disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rute Roquefort disse...

Ouça lá Turista, o Wilson não é o tarado que andava a querer comer as duas gémeas? Valha-me Deus mas o homem tem mesmo ar de depravado, professor ou não!!!
Antes fechado naquela casa que cá fora a fazer-se ás moçoilas novas. Já estou com'á outra: "Minhas ricas filhas"

Turista disse...

Não Rute, esse era o Bruno! E é feirante. ;)

Seja bem vinda e beijinhos. :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A dos Degredos, conheço e gosto, mas a dos Segredos nunca vi. No entanto a Brites vai dando algumas informações na filial do CR (cronicas on the rocks)
Gostei de receber a sua visita no Rochedo, amiga Manuela
Beijinho

Inês disse...

Agora é que vi que o comentário não ficou bem formatado,pus mal a minha opinião dos "outsiders"...

Confesso que vejo pela distracção.E foi a única casa dos segredos que começei a ver praticamente desde o inicio.
São acéfalos?São.
A Petra anda "pouco vestida"?Eu não tinha coragem para usar aqueles biquinis.Mas a miúda tem bom coração.
O Ruben é um bronco?Eu parto-me a rir com muitas das saídas dele.
Quanto ao Wilson,esse é um estratega e sinceramente gosto do jogo dele, da forma como joga, da maneira como reage. Na outra edição a Daniela S foi bem longe com uma postura semelhante.
Gosto de outsiders.
E até gosto da Alexandra...
Agora se representam a sociedade não acredito que representem.Uns querem fama, outros a adrenalina e outros ter a experiência do "jogo".

Silenciosamente ouvindo... disse...

De todas as edições esta parece-me
a mais fraca. Vejo para analisar,
de outra forma não poderia comentar..Concordo
com o seu texto.A Teresa Guilherme
é igual a si mesma, o estilo é que
pode já nos cansar, ou porque an-
damos todos com menos paciência.
Neste momento, não faço a miníma
ideia de quem ganhará, nem tenho
uma preferência.
Beijinhos.
Irene Alves