quinta-feira, 30 de maio de 2013

Chegámos aos 30 leilões solidários-flashs eu tenho uma pergunta para vós.

Não, este vinil de parede ainda não foi a leilão, mas está na lista de espera...


E como tal, já lá vão 30 vezes que fizemos algo por alguém que necessitava bem mais do que nós, naquele momento.
Deixo aqui uma questão que agradeço que respondam sem ser de forma anónima. Porque é do bem que se trata, e o BEM tem sempre uma cara, um nome (contrariamente ao Mal...)!

Acham que deva continuar com os leilões solidários-flashs, ou deverei fazer uma pausa de algumas semanas/mês?

Agradeço que me ajudem nesta decisão, minhas amigas/os.

Bem-hajam!

Adenda - Não é por estar cansada destes leilões, pelo contrário, que vos faço esta pergunta! Tenho é receio de vos cansar a vós.

15 comentários:

ideias com linhas disse...

Imagino que organizar os leiloes dê bastante trabalho, principalmente para não baralhar as fotos todas, para não baralhar quem deve enviar o quê e quem deve receber o donativo... Acho que se fosse eu metia os pés pelas mãos e perdia-me no meio do processo..
O teu trabalho é imprescindivel, tenho falado dele a tenta gente como exemplo de boa vontade, de vontade de ajudar os outros... Por favor não páres, ainda há tanta gente que precisa de ajuda...!

Fernanda disse...

Se o trabalho não mata, dignifica. Quero dizer com isto que se sente com força para continuar e, só porque há (infelizmente) cada vez mais gente a necessitar de ajuda, deve continuar.Mas, como é óbvio, só a Manuela sabe como está a sua força anímica para o continuar a fazer. Também se parar um tempinho, não trará assim tanto prejuízo, digo eu...e retornará com mais força ainda.

Alice disse...

sei o quanto será difícil para ti estares a organizar tudo isto com o mínimo de disciplina e fazer com que a engrenagem não encrave.

Sei que nem sempre os flashs têm a adesão desejável.

Contudo, acho que continua a ser uma acção muito louvável pelo fim a que se destina.continuam a fazer sentido.

Há a ter em conta que tudo isto é muito válido, mas que será imprescindível que não te complique a saúde.

Beijinho

Maria disse...

Se estiveres cansada e só poderás estar de tanto que tens feito, descansa...se for preciso delega...pede ajuda (como eu tenho a certeza de que muitos se prestarão a ajudar), mas não deixes cair uma obra que dá tantos frutos e tantos exemplos...há já tanta gente que conta contigo...sim o bem tem cara...neste caso a tua!
Mil beijos
Maria

lena disse...

Olá Manuela.
Eu gosto muito destes leilões e tenho participado em alguns. Acho que são muito úteis. No entanto acho que se sentir cansada não forçe e faça uma pausa porque como já foi dito acima deve dar muito trabalho.
Pense em si também que é importante.
Beijinhos grandes.

Corina de Oliveira disse...

Acho que sim :D seria optimo!

dreams disse...

Continua, pessoas como tu fazem toda a diferença no mundo!! Beijinhos!!

Susana Correia Dos Santos disse...

O bem não descansa, bem como as necessidades. Já participei em 2 leilões de livros e ainda não conseguir ter a licitação final. Quero muito comprar um livro e ajudar :-)

Jo disse...

Faz aquilo que achares melhor :) Nem imagino o cansaço e o trabalho que organizar estes leilões deve dar... mas também há um propósito muito nobre. Ninguém levará a mal - nem tem que levar... admiro muito esta tua força e agradeço-te por dispensares tanto do teu tempo para organizar isto e ajudares outras pessoas - que faças uma pausa, que descanses um pouco. :)

Suricate disse...

Olá Manuela:)
O que tu e outros anjos bons fazem por esta via ajuda tanto, tanta gente! Acredito que precises de descansar e acho que toda a gente compreenderá que o faças!!! Até porque quem precisa daqui a um mês continuará a precisar, infelizmente. Faz o que a tua consciência e o teu corpo te pedirem.
Vou confessar-te um "segredo", sabes porque é que passo pouquinhas vezes aqui?...Porque o meu coração poer ele mandava-me ter participado no 30 leilões...mas não posso, não posso mesmo. E por isso sinto vergonha de passar apenas para desejar boa sorte...isso magoa muito quem já pode e já ajudou tanto e hoje ...não pode nada...sinto-me pequena, reles, um nada...

Deus te abençoe a ti e a todos os anjos que te ajudam e vos dê bençãos em dobro.

Jinhosssss

Vivi disse...

Querida Manuela tens todo o direito de sentir cansada, porque por detrás de cada leilão encontram-se diversas etapas que requerem muito trabalho, dedicação, empenho e muito amor em ajudar quem precisa. Criam-se expectativas e nem sempre têm a adesão esperada.
A resposta está no comentário da querida Suri, que já me fez engolir lágrimas. Tenho a certeza que muitos gostariam de contribuir, mas a vida não lhes permite actualmente.
Foste das primeiras pessoas com quem criei laços de empatia, amizade e muito carinho.
Cada leilão tem uma cara, sim a tua cara, alguém com um coração tão grandioso que pensa 24 horas por dia na melhor forma de ajudar alguém.
Segue o teu coração e se continuares com este grandioso projecto e achares que é muito trabalho para ti, pede ajuda, tenho a certeza que muitos de nós se prontificarão.
Deste-me a mão, o coração e a tua amizade nos meus primeiros passos neste mundo virtual.
Serei sempre grata e estou aqui para tudo o que precisares de mim.
Cada gesto teu faz a diferença na vida de alguém, criaste uma obra solidaria, várias correntes, não desistas dela.

Beijinhos com muito carinho
Vivi (Ana Maria)

Mel disse...

Manuela concordo inteiramente com a Maria e a Suri! conta comigo. bjinhos

rosinha cruz disse...

Eu não comento muito no teu blog, mas não é por não gostar ou admirar muito, mas muito o que fazes pelos outros, eu leio e vejo cada post teu e no meu silencio eu dou força e admiro-te mais e aos outros anjos a cada dia, apenas fico em silencio porque também gostava de poder ajudar e infelizmente não posso.
Por isso acho que se sentires forças para isso deves continuar porque há muita gente que precisa de ajuda.
Um bem haja para voces todos.
Beijinhos

marina disse...

Bem... isto não são horas de jeito, mas nãp Manuela, não acho que devas parar com os leilões. Poderás, talvez, se assim o entenderes e também porque há quem gostasse de poder licitar e não o possa fazer, talvez mais espaçados, se possa ir fazendo um mealheirinho :) Mas, desengane-se quem pensa que por não poder licitar não está a ajudar... minhas queridas Anjas, vocês estão fartas de me pôr dinheiro na conta, são umas tontas a quem sempre agradecerei. Mas mais, muito mais do que todo o dinheiro, não calculam o bem que me faz saber que há gente por aí, que eu nem sei quem é, nem o que faz, nem de onde é, que se preocupa, que cuida, que vela, que espreita leilões sem poder licitar... Isto deu-me mais força para poder continuar no meu, muito meu e muito egoísta, vício de fazer coisas parvas pelos outros.
Manuela, os leilões são uma "desculpa" para manter este grupo de gente junta, como o IKEA foi uma desculpa para ir buscar coisas para a Lu e eu sei que tu, mesmo com a vida atribulada que tens também sofres do mesmo vício que eu, por isso, pediste-me a minha opinião sincera, aqui a tens.
Ah, e Vivi, Suri, Rosinha... eu não posso falar das vidas que desconheço, mas tenho a enorme felicidade de ter podido, sempre, ajudar. Desde doar alimentos que o Banco Alimentar me dá, dividindo o que não sobra, como doando coisas de que de facto não preciso, pelo menos por agora, e no futuro Deus dará, se faz falta a alguém, siga, como dispondo apenas do meu tempo para escrever umas palavras ou dizer meia dúzia de parvoeiras para animar a malta. Não há dinheiro que pague a amizade e as boas palavras, por isso deixem-se de coisas e cheguem-se mas é pra cá, sim ??
(vou dormir, que o meu mal é sono ;) )

marina disse...

Olá Manuela
Eu só participei num leilão e acredita estou um pouco arrependida, é dificil explicar-te isto aqui...e vão pensar mal de mim, mas assim que puder envio-te um mail a explicar-te as minhas razões...
Neste momento também não posso ajudar, ou seja ajudo os meus familiares em tudo o que posso, e às vezes deixo de comprar para mim, para puder dar aos meus familiares e do meu marido.
Quanto à solidariedade em geral estou neste momento muito selectiva.
Portanto não me levem a mal de não participar em leilões, e campanhas de ajuda.Inclusive na pagina do facebook blogguers solidários fui das primeiras a participar, mas vou desistir tambem.
Mas Turista eu admiro-te imenso por seres como és.
Um grande beijinho