terça-feira, 17 de janeiro de 2012

TENHAM VERGONHA, PÁ!

Apesar de a mim já não me incomodar grandemente, questiono-me sobre as novas medidas em termos laborais que ontem foram tomadas. Foram um retrocesso de mais de 40 anos, para todos os trabalhadores, disso não tenho dúvidas.
Eu costumava dizer em tom de brincadeira às minhas colegas mais novas que ainda as veria a varrer a sala de aula e a passar o quadro a pano, no fim de um  dia de aulas!
Com estas medidas que foram ontem enunciadas e com as que ainda estão para vir, penso que a minha premonição feita em tom de brincadeira, será uma realidade dentro em breve.
Pergunto-me porque lutámos tanto, eu e os da minha geração, pelos direitos humanos e pela anulação do trabalho escravo!!
Questiono-me também se o vulgar trabalhador, terá MESMO de pagar pela incúria dos seus governantes.
E NÃO! A MIM NINGUÉM ME CONVENCE QUE A CRISE É CULPA MINHA E DE OUTRAS TANTAS PESSOAS QUE SE LIMITARAM A VIVER A SUA VIDA, O MELHOR QUE SABIAM E PODIAM!
Os nossos governantes, podem até querer culpar uma parte da população e alguns efectivamente sentirem essa culpa! Mas se pensarem bem, como é que uma pessoa que usufrui de um salário de 600€ (média nacional), pode ser culpado de algum esbanjamento ou consumismo?
Aos nossos governantes, passados e actuais, deixo uma mensagem explícita: TENHAM VERGONHA, PÁ!!

26 comentários:

Rita G. disse...

O cenário está negro e sem esperanças de melhorar. Não podemos desistir, mas está a chegar a um ponto onde não temos onde procurar soluções, já que o resto da europa caminha tb para o abismo. bj

Susaninha disse...

TENHAM VERGONHA..NEM MAIS....
É CÁ UMA LATA...

*C*inderela disse...

Como disse o Marcelo Rebelo de Sousa, ao contrário dos outros países, cá em Portugal o poder politico é muito mais forte que o "poder" civil, por isso, fazem tudo o que querem e bem lhes apetece. Tentem brincar com o povo francês, por ex, é logo barricadas!

bjokas

Bia disse...

Vejo q uma parcela de culpa pela situação estar desse jeito é do povo, pq todos não vão para as ruas se manifestar de verdade?? Não acha q os portugueses enfia mto o rabinho entre as pernas?? Veja o povo francês e o grego, botam pra quebrar literalmente!! hehehehehehehe bjs

Carlota Pires Dacosta disse...

Mais do que ter vergonha pela a miséria em que nos colocaram era começarema a trabalhar como deve ser, mas trabalhar mesmo, não passar umas horitas a olhar para um pc sem nada fazer.
beijo

Luisinha disse...

Não posso deixar de concordar com a Bia, e note-se que contra mim falo. O povo português só se queixa e não faz nada... povo resignado!!

Palco do tempo disse...

Acho que o pais ainda vai ficar pior do que esta **

Pratos da Bela disse...

Amiga, aplaudo-te de pé.
Jinhos fofos

Opinante disse...

Nem mais, que país de caca, ou melhor, que governantes de caca!!

Tenho vergonha!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Não tem vergonha nenhuma!Ainda fazem as coisas de maneira em que nós é que a tenhamos :(

Naná disse...

O pior é que eles não têm vergonha nenhuma, e nem pejo em mandar a factura a quem pouca responsabilidade teve na actual situação...

Marta disse...

Querida Manuela,
A questão é mesmo essa, nenhum de nós tem culpa, pois a dívida é soberana. Não fomos nós que gastámos desmesuradamente sem olhar ao orçamento, não fomos nós que desviámos dinheiro dos cofres do estado. Porém, somos nós os primeiros a pagar as favas.
Infelizmente é assim.

Estou contigo.
Bjs

Imensidão dos dias disse...

Eu nem sei o que te diga. Mas que as coisas estão a ficar apertadas, muito apertadas, lá isso estão... :(

Blondewithaphd disse...

Subscrevo na íntegra!

Nicole disse...

Eu tento não desanimar e para isso boicotei cá em casa o visionamento exaustivo de notícias. Chamem-me alienada, de facto estou a sentir-me casa vez mais assim mas confesso que quando "tiro a cabeça da areia"perco toda e esperança, não ouço em lado nenhum, em parte alguma que haja qualquer tipo de esperança no futuro deste país e sobretudo para a minha geração "à rasca":((
Bjs

Fiona disse...

Cada vez mais parece que nunca mais se vê a luz ao fundo do túnel e isto só parece ter tendência a piorar. Tenho pena é que, depois dos erros dos outros lá de cima, sejam os mesmos a ter de pagar e de se sacrificar...

carol disse...

Uma vergonha, Manelinha! Filhos da mãe (para não dizer pior!) Mas o que me dó mais é que este povo está a levar porrada de toda a maneira de uns miúdos tecnocratas e burocratas que andam às ordens daquela nazi e não se levanta, não faz nada!

Que raiva! Que revolta!

Catarina disse...

Serão sempre os menos privilegiados a sofrer as grandes burrices governamentais? Uma crise que está a afetar todo o mundo. Também nós vamos sentir o impato do que se está a passar na Europa.
E a propósito de passar o quadro a pano... Olha que aqui há muitos professores que limpam o quadro ou os alunos que se oferecem para tal! : ) E não há nada de errado nisso! : )
Abraço

Carla disse...

Deviam mesmo ter vergonha. O grande problema é que não têm!

estrela disse...

se nós governarmos mal a nossa casa ninguém vem em nosso auxilio portanto cabia a eles começarem a cuidar melhor das economias do Estado, não atribuam tantas meneses a cada um que lá passa...é uma verdadeira vergonha....
estou contigo Manuela
TENHAM VERGONHA, PÁ!

mfc disse...

Isto é uma vergonha pegada!
O descaramento é por demais!

susiedesonho disse...

Vai de mal a pior. Já pensei em emigrar mas falta-me coragem.

Bj,

Susie de Sonho.

Montana disse...

Amiga, faço minhas as tuas palavras. Mas cada um tem o ke merece, e nós povo temos aquilo em
que votamos. O pior é que depois pagamos todos por igual.
Beijinhos

abre-letras disse...

Parte da resposta está no próprio texto "pessoas que se limitaram a viver a sua vida"! Ou seja, cidadania: zero! Cada um só se preocupa com o seu umbigo e, aliás, alguém votou neste/s governantes! Nanja eu!

Fernanda disse...

E emigrem pá, emigrem! e se possível façam um cruzeiro, nunca se sabe se não teremos sorte. Pena foi terem perdido o da Costa cruzeiros ( e não! Não estou a brincar com adesgraça alheia nem a regozijar-me com o que aconteceu aos turistas. Estou tão só a lamentar a nossa falta de sorte: tanta boa gente que se calhar nunca fez mal a ninguém e lá ficou e estes incompetentes e, já agora vendidos a alemães e afins, não nos largam da mão). E para quem assim pensa, direitos minha gente, nunca são demais, desde que se cumpram sempre os deveres. Se assim pensam não se podem queixar de lhes pagarem tão mal e exigirem tanto, porque os direitos são (devem) ser sempre para todos e não só para alguns. Se estamos mal temos que lutar por nós e também por todos os outros que estão como nós. Porque e, o ditado é velhinho, a "união faz a força"; se olharmos só para o nosso umbigo e se para nos sentirmos melhor, invejamos a sorte do vizinho e desejamos que ele também fique mal, não vamos regredir décadas, vamos regredir séculos, regressamos à barbárie, ao salve-se quem puder.

Lilá(s) disse...

O problema é que andam á muito a ultrapassar as marcas e não têm vergonha mesmo nenhuma!
Bjs