segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Economia III


Acabados de chegar de alguns dias à beira-mar, reflicto mais uma vez, no que observei, no que senti.
Muita gente nas praias, restaurantes com filas de espera, hotéis esgotados, esplanadas sem um lugar vago.
Nuestros hermanos, que também dizem que a crise lhes bateu à porta em grande, perfazem 50% das ocupações, fala-se castelhano por todo o lado.
Os nossos emigrantes, deixaram de vir à terra só para a romaria e agora passam pelo menos uma semana, num bom hotel à beira-mar e gozam do seu merecido descanso.
Quem mais aproveita estes locais de descanso, são os jovens casais com filhos pequenos ou então casais, só a dois. Quanto aos adolescentes e jovens adultos, poucos vi.
Mas também não estivemos nos sítios da moda, que nós gostamos muito de locais sossegados e calmos.

11 comentários:

Agora a Sério disse...

Crise só mesmo para alguns. Ou então anda aí muita gente a cortar na alimentação e medicamentos para não se privarem de certos luxos. Tal como um estudo recente concluiu.

Sou como tu, prefiro sítios calmos :)

Beijinho grande

Leila Reis disse...

concordo contigo, faz muito bem esse tipo de descanso, e eu quero muito passar por essa fase :)

Sofia disse...

Eu acho que estes fins-de-semana são um investimento na nossa saúde mental:)
Bj

Autora de Sonhos disse...

Ai como precisava de um fim-de-semana assim....tou a rebentar pelas costuras....

Bjs

Dudu disse...

Nos dias que correm é uma benesse este tipo de fim de semanas, da qual sou apologista e cliente.

Custódia C.C. disse...

Talvez a crise esteja a obrigar as pessoas a fazerem férias cá dentro, o que até é uma ideia muito boa, dadas as belezas que por cá temos e que muito Português não conhece.... e por vezes nem precisamos ir para longe de casa :)

maria teresa disse...

Nunca gostei do mês de Agosto para ter férias (mas tinha que ser), sinto-me uma felizarda por actualmente poder evitar tal, ser-se reformada tem algumas vantagens (embora a minha pensão tenha sofrido um corte).
Abracinho

Manuela disse...

Ana, não li esse estudo, mas acho que tens razão!
Leila, soube tão bem ficar, só a olhar o mar:)
Sofia, são mesmo bons para a nossa saúde mental:)
Autora, até podem ser só dois dias. Fica-se nova :)

Manuela disse...

Dudu, fazes muito bem :)
Custódia, nós fomos só ali a Vila Praia de Âncora, mas o estar junto ao mar...
Maria Teresa, apesar do tal corte, sempre se dão uns passeios agradáveis :)

Beijinhos, minhas queridas.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nunca faço férias em Agosto e ras vezes em Julho mas, lá perto do meu Rochedo, observo exactamente o mesmo. Que venham muitos, desfrutem e deixem cá muitos euritos.

Manuela disse...

Carlos, eu gosto do bulício de Julho e Agosto, mas também gosto de férias em Janeiro. Todas têm o seu encanto.
Um abraço