quarta-feira, 27 de julho de 2011

O meu amor tardio...


Já aqui falei sobre todos os membros da minha família, excepto do meu marido.
O meu marido, é um amor tardio, daqueles que achamos que já não iremos encontrar.
E foi justamente quando eu já tinha desistido do amor que ele surgiu, na pessoa deste ser maravilhoso que me acompanha neste Outono das nossas vidas que mais parece, uma Primavera.

Eu sou vulcão, ele um mar calmo, em manhã de verão...
Eu sou furacão, ele é brisa suave...
Eu sou cidade, ele é campo...
Eu sou praia, ele é montanha...
Eu sou vou já, ele é amanhã faremos melhor...
Eu sou multidão, ele é solidão...
Eu sou arraial, ele é jantar a dois...
Eu sou o impulso, ele é a ponderação...
Eu sou a tempestade, ele é a bonança.

Nunca é tarde, para descobrir o amor...
E quando menos esperarmos, ele estará à nossa frente a oferecer-nos um pote de mel, embrulhado com carinho e a nossa voz embargará...
Atentem, nunca é tarde para amar!

65 comentários:

teardrop disse...

Manuela,
É bem verdade, muitas vezes o verdadeiro amor surge quando menos esperamos e desejamos. Mas se o soubermos agarrar, seremos muito felizes. Esse balanço entre as vossas diferenças é muito interessante, gostei muito do modo como está escrito! É uma bonita exposição do amor que vos une!
Beijinhos

" Smile disse...

Isso é uma mensagem de esperança :)
Fantástica

Violeta Extravagante disse...

Bonito amor e que bonita declaração.
Muitas felicidades, muitas Primaveras a dois.

Beijinho

Naná disse...

Adorei este post, Manuela! Porque transpira aquilo que é a essência do que vos liga e une.
Eu também conheci o meu marido numa altura em que achava que o meu "príncipe encantado" não existia!
E também somos assim, opostos em tanto... costumo dizer que o que temos em comum é muito igual e o que não temos em comum, é como se fôssemos mundos à parte... mas é por isso que a nossa relação resulta tão bem!
Resta-me desejar que este amor tardio se preserve sempre!

Reflexos disse...

Olá Manuela,

A vida realmente tem destas coisas (boas). Muitas melhores coisas que tiramos delas são as que já não contavamos com elas... aquelas que achamos que aprendemos a viver sem elas, mas que quando elas nos são oferecidas apercebemo-nos de que realmente não vivíamos... simplesmente estavamos cá e iamos vivendo!


Bjocas e continua assim... és linda!

Rita G. disse...

Adorei o post, esta tua declaração de amor tão bonita:) Espero que permaneçam sempre assim, apaixonados e
felizes:) bj

krasiva disse...

A vida traz coisas tão boas :)

Mary disse...

adorei!

Tuquinha disse...

E...........vivereís felizes para sempre. Assim o espero minha boa AMIGA.
Beijocas

hierra disse...

Muito bonito este post!

Marta disse...

O amor é lindo!
Um brinde a isso mesmo.

Formiguinha disse...

Olá Manuela!

Adorei conhecer a tua história de amor.
A mim aconteceu mais oa menos a mesma coisa; depois de uma casamento falhado estive anos sem ninguém e para ser franca nunca pensei voltar a unir a minha vida a um homem porque além de ter o meu filho as más recordações do 1º ainda estavam bem presentes. Mas felizmente aconteceu e apesar de ser-mos totalmente diferentes, eu sou assim como tu e o meu marido como o teu,a vida a dois (mais o meu filho) está a resultar.

Desejo-te muita felicidade e muito amor porque toda a gente merece ser amada e amar.:)

Beijinhos da Formiguinha

Caminhante disse...

Manuela, o amor faz-nos tão bem.. É tão bom amar e ser amada e acho que, apesar de ainda ser muito nova, o amor não escolhe idades. Basta estarmos receptivos ao amor.
O amor é bom, é muito bom.
Beijinhos

Bomboca do Amor disse...

Vão se embora hormonas malditas que me enchem os olhos de lágrimas depois de uma declaração tão bonita!
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Julie D´aiglemont disse...

Que lindo texto! Gosto tanto de ouvir as pessoas genuinamente apaixonadas! Beijoooooo.

Libelinha☆ disse...

Lindo =)*
Fiquei de sorriso nos lábios... Nem preciso de dizer mais nada =)

Beijinhos ;P

MJ disse...

Linda declaração de amor Manuela.
Beijos

Carla Isabel disse...

Adorei ler-te!

Beijo grande

Texuga disse...

So quem realmente encontrou a chave da sua fechadura consegue escrever e sentir o que escreves...

Compreendo-te a 100%

Bjs

Mariana disse...

Adorei*.* muito bonito:)

Ba disse...

Estou a gostar muito destes post's tão íntimos. Fiquei muito contente de saber, e dá alento a muita gente sem qualquer esperança de encontrar o amor.

estrela disse...

mas que bonita descrição do teu marido!!! gostei muito!!
ainda bem que é assim temperado, moderado como tudo na vida deve ser!! equilibrio...pq o que um é demais o outro equilibra!!!

*Sininho* disse...

Que palavras tão bonitas!
Nunca é tarde para amar, mesmo!
E pela belíssima descrição que fizeste, parece mesmo qeu vocês se completam! =)
Felicidades!

Luisinha disse...

Oh que lindo!!!! E realmente parece que se confirma: os opostos atraem-se!!!! Mas completam-se, tornando a vida num equilibrio feliz!!!
Bjinhos

Evanir disse...

Muitas vezes não temos muito a oferecer,
ou repartir,mas enquanto existir palavras
que tragam de volta a esperança perdida nas longas
dificuldades da vida,
elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
porque renovam a vontade de lutar
até encontrar soluções para nossos problemas.
Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
a vontade de viver e tem o poder de transformar
quem está quase desistindo.
Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.
Você é muito especial para mim..

Flor de Jasmim disse...

Manuela querida
Considero este post uma declaração de amor ao teu A.
O amor não escolhe hora nem idade,todas as alturas e idades são boas para amar. E é maravilhoso amar e semos amados, que esse amor perdure por muitos anos.
Beijinho

Dear Daisy disse...

Que bonito Manuela...
deixas-me com um sorriso nos lábios e uma lágrima a querer aparecer.
Que continuem muito felizes!!!
Beijinho :)

ana disse...

Querida Manuela, que lindo texto.
Vale sempre a pena encontrar o amor e a sensação é maravilhosa.
Como dizes "nunca é tarde para amar!"
beijinhos

flor disse...

Adorei o post e é muitas vezes nas diferenças, que nos podemos encontrar. Acabam no fundo por ser o equilibrio um do outro :) Beijinhos e que seja uma Amor eterno!

Autora de Sonhos disse...

Minha querida...não tens noção o que foi bom ler este teu post.
Obrigada!

A Flor disse...

Que bonito Manuela, muitas felicidades para vocês os dois!

Mistery disse...

Acho a vossa história muito bonita. Espero que a vossa primavera continue sempre :)

Mesa Bar disse...

Que lindo, Manuela!
Tanta ternura!

O meu pensamento viaja disse...

Manuela, minha tão linda menina, adorei essa auto e hetero definição.
Transpira serenidade e felicidade, o que é bom, porque se pega, é contagioso e só tem a ganhar quem convosco, de perto, lida.

Imaginava-te , sei lá, cronologicamente falando uma jovem adulta. É o teu espírito que aplaude unhas azuis, brinca com o múltiplo sentido do tomate, aprova feiras e artigos "marados".
Vejo, acabas de o confessar, que te situas noutra fase etária, porém, continuo a achar-te uma menina de bem com a vida.
Há pessoas assim, poucas, mas há.
Por tudo isso, reservo-me o direito de te tratar por turistinha e linda menina.
Beijos, querida,
Nina

Página ao Lado disse...

que texto lindo! que sejam muito felizes!

Sidi disse...

adorei ler =)

mfc disse...

O comentário de MESA BAR acima é meu...
Aquele blog é de alunos meus!

AFRICA EM POESIA disse...

Uma ternura
Apeteceu deixar uma lágrima e uma carícia...
Para os dois... Um beijinho

Marta disse...

que bonito :)
claro que nao, o amor aparece quando menos esperamos, sem pressas nem idades. O amor não tem tempo nem lugar, é simplesmente algo que vai acontecendo, sem ser esperado nem planeado. quando é natural é sempre melhor :)
beijinhos

São disse...

Um mimo, este texto!

Se algum dia eu pudesse escrever igual, o mundo decerto acabaria de espanto...

Felicidades para vós , sempre!

Só sedas disse...

Ai Manuela como eu gostei deste texto! Devia estampá-lo na testa de todas as pessoas para começarem a acreditar que apaixonarmo-nos é possivel a qualquer idade!

Parabéns!

Miss Scarlet Red disse...

Que lindo, Manuela! :D
Só te posso desejar que todas as estações da tua vida tenham muitas flores... e o teu amor. Beijo aos dois!

Sonhadora disse...

Não há dúvida que os extremos se tocam. Linda história de amor. Adorei ler.
Beijinho.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu também encontrei o meu amor muito tardio, por iso, sei bem do que fala, amiga Manuela

MARIA MARIQUITAS disse...

Celebra-o todos os dias!!! Beijinhos :))))))))

AVOGI disse...

lindo poema ao amor tardio
adorei ler e saber que tu esperaste por esse amor tardio que te enche de felicidade cada dia que passa. mantém esse amor e que vivam cada dia intensamente
kis .=)

Ceres disse...

Amor no tempo certo, diria eu. Por isso é que se complementam tão bem sendo taõ diferentes!
A tua declaração toucou-me :))

Um grande beijinho

Pedro Gaivota disse...

Fui visitar o MFC e não resisti a pular a grade que ele fotografou e hoje publicou. Veja lá onde vim parar... Gostei do que encontrei...Gosto de gente que gosta...

Voltarei mais vezes.

Manuela disse...

Minhas amigas e meus amigos, agradeço a todas/os comentários que aqui me deixaram. Sois tão carinhosos, Teardrop, Violeta Extravagante, Reflexos, Rita G., Krasiva, Mary, Tuquinha, Hierra, Marta, Caminhante, Bomboca do Amor, Julie d'aiglemont, Libelinha, MJ, Carla Isabel, Texuga, Mariana, Estrela, *Sininho*, Luisinha, Flor de Jasmim, Dear Daisy, Ana, flor, A Flor, Mistery, Mesa Bar, Página ao Lado, Sidi, Lili, Marta, Miss Sacrlet Red, Sonhadora, Maria Mariquitas, AVOGI, Ceres, e Pedro Gaivota.
Como algumas vós aqui bem o disseram, este post poderá constituir uma mensagem de esperança, Smile, Ba, Autora de Sonhos, Só sedas, Evanir.
Gostei de saber que também algumas/os de vós descobriram amores tardios que vos preenchem, Naná, Formiguinha, Carlos.
São, nunca se sabe o que o futuro nos reserva...
Nina, eu sou assim, ao vivo e a cores, uma mistura de Outono e Primavera... ;)

Beijinhos, minhas queridas e meus queridos.

Helena disse...

Nunca é tarde para amar, as pessoas é que andam sempre muito ocupadas para reparar nele. Ainda bem que o conseguiu ver a tempo. :)
O meu amor também é o meu oposto em tantas coisas! Às vezes pergunto-me como é possível uma relação entre pessoas tão diferentes. Mas, pensando bem, se fossemos iguais, não tinha piada nenhuma!
Beijos e muitas felicidades!

Andreia disse...

Minha querida, a minha história é muito parecida com a tua porque também eu estava "fechada" para o amor. Mas... milagres acontecem e eu fico muito, mas muito feliz por teres encontrado o teu amor.
Sejam muito felizes e aproveitem.
Beijinhos

Andreia disse...

Minha querida, a minha história é muito parecida com a tua porque também eu estava "fechada" para o amor. Mas... milagres acontecem e eu fico muito, mas muito feliz por teres encontrado o teu amor.
Sejam muito felizes e aproveitem.
Beijinhos

Lux disse...

Manuela, este é sem dúvida, um dos teus melhores textos, senão o melhor.
Também acredito que nunca é tarde para amar, e, acima de tudo, ao contrário de muitas pessoas que se forçam a amar e a ser amadas, as coisas acontecem quando têm que acontecer e as ralações baseadas em pressão não resultam.
Vê-se que és feliz!
Muito...
Todos os dias, em todos os post!

Gosto disso!

xoxo
Lux

F. disse...

Que bela história de amor ;)

xoxo F.

Poetic GIRL disse...

E esses é que valem a pena ;) parabéns aos dois! bjs

Dalma disse...

Manuela, o meu amor não foi tardio, antes pelo contrário, apareceu cedo mas, durante todos os anos de faculdade não sabia que era amor(!, só mais tarde percebi e foi mesmo o único amor. Já lá vão 42 anos que eu também deixei assinalados aqui:

http://noareeiroeporai.blogs.sapo.pt/5630.html

Longa vida para os dois

Dalma

Rogério Pereira disse...

Sou o 3º homem que vem à fala
dar testemunho da verdade
Para mim, o amor não chega
quando se procura uma cara-metade,
uma alma-gémea ou um ser que pensa como nós. Isso cansa, enjoa e não há novidade... É como diz o texto: Se ela pensa assim, ele tem de pensar assado. A relacção bem sucedida é entre aqueles que possuem diferentes modos de ver a vida... e tal aceitam, se surpreendendo. È assim que o amor compreendo...

Imagina... disse...

Palavras lindíssimas, cheias de sentido e muito amor. Um brinde a esse amor**
Beijinho grande minha querida!

Carlota Pires Dacosta disse...

Por vezes o Amor, aparece-nos de uma forma irreal, num tempo irreal.
Uma tempestade tropical... eheheh

Agradeço a visita

Um abraço!!

Mie disse...

Maravilhosa esta demosntracao de amor.
Para mim que ando tao desiludida de amores , faz-me acreditar que ainda e possivel.
Que o vosso amor seja imtemporal :)

Manuela disse...

Helena,é a velha dinâmica de: os opostos atraem-se! :)

Andreia, e eu foco muito feliz por teres encontrado o teu amor! :)

Lux, obrigada! :)
Também não entendo, essa urgência que certas pessoas têm em amar e ser amadas...

Beijinhos e bom fim de semana, minhas queridas.

Manuela disse...

F., obrigada :)

Poetic Girl, pelo menos este, o nosso, vale a pena :)

Dalma, parabéns por esse teu amor, de 42 anos :)

Beijinhos e bom fim de semana, minhas queridas.

Manuela disse...

Rogério, obrigada pelo seu precioso testemunho, no masculino :)

Imagina, e eu brindo ao teu amor, que brevemente se irá oficializar :)

Carlota, obrigada pela tua visita e comentário. Volta sempre! :)

Beijinhos e bom fim de semana, minhas(o) queridas(o).

Manuela disse...

Mie, este nosso amor já é intemporal. E claro que ainda é possível , vais ver. ;)

Beijinhos e bom fim de semana, minha querida.

GuessWho disse...

Adorei, adorei e adorei! :D beijinhos Paula