quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Em modo aluna...


Ontem assisti à defesa de uma tese, de uma amiga e colega (que se saiu muitíssimo bem!) e pensei cá para mim: eu era capaz de fazer algo idêntico!
E de repente equacionei: e se eu voltasse aos bancos da universidade?
Mas rapidamente me vieram à mente os últimos dias (deliciosos) passados na praia, os meus serões calmos e tranquilos passados com o maridão, a minha falta de saúde... e todos os anteriores pensamentos se desvaneceram, como por encanto e sem mágoa alguma.
Porque a paz interior, é o melhor sentimento que o ser humano pode alcançar.
Porque temos que aproveitar ao máximo, o que a vida nos dá.
Porque há alturas na vida, para tudo.

42 comentários:

teardrop disse...

Querida Manuela,
Quem sabe um dia se proporcione, nunca é tarde demais :) Mas confesso que, como ando às voltas com a minha tese, tenho tido uma vida um bocadinho mais complicada do que gostaria! Mas tudo se faz!
Beijinhos e aproveita para fazeres o que mais te dá felicidade!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Existem alturas para tudo....
Agora aproveita essa fase boa :)

Rosa dos Ventos disse...

Embora não esteja perto de nenhuma universidade às vezes também me dá essa vontade de recomeçar a estudar...mas depois esmoreço!
Canseiras e preocupações só aquelas que não posso mesmo evitar! :-))

Abraço

*Sininho* disse...

Não quer dizer que daqui a um ano, ou dois, ou dez, não te dê vontade e acabes por voltar.
Agora, sê feliz com essa paz! :)

Cris disse...

Quando acabei a minha foi como se me tivessem retirado quilos de cima... Demorei um ano, mas pareceu-me uma eternidade! Sentia-me sempre culpada quando estava a fazer outra coisa que não a tese...
Agora aproveito todos os dias, é tão bom!

Rita G. disse...

Se for algo que te dê prazer, porque não?:) bj!

La Boheme disse...

É mesmo isso, na vida há alturas para tudo. Acredito que o segredo da felicidade e serenidade é saber se estamos ou não a fazer a coisa certa no tempo certo. Ter segurança de que é aqui que agora devo estar, com quero estar e a fazer o que me contenta:)
Beijinhos

Petra disse...

<Manuela, o que importa realmente é estares bem contigo mesma... Sim a paz interior é sem dúvida o que deve estar presente... Se um dia mudares de ideia, e te sentires bem, essa paz irá permanecer.

Catarina disse...

Não ter que estudar para exames?! Que alívio!

Lux disse...

Concordo inteiramente contigo, mas achas que ires fazer uma coisa que gostavas (como tirar outro curso) te iria tirar isso tudo?!
Eu penso que seria um mais na tua vida, mas tu é que sabes!

xoxo
Lux

maria teresa disse...

Nunca é tarde demais...em Maio fui aí a Braga, assistir à prova de doutoramento de uma amiga que na altura tinha 80 anos (fez 81 no dia 3 deste mês). Sempre a apoiei de diferentes modos mas, sempre lhe disse que se isso interferi-se com a sua tranquilidade, em vez de sabedoria, estava a revelar ignorância.
Abracinho meu!

Green disse...

Tens toda a razão, já estudaste e já trabalhaste, agora estás na altura certa para aproveitar a vida para descansar e passear.

Bia disse...

Cada etapa é uma etapa, aproveita a que vc se encontra neste momento!!
Estava inspirada nesse post hein???
bjs...

Lina disse...

Gostei da ultima parte do que escreveste. Há que aproveitar o que a vida nos dá! É bem verdade. O tempo passa rápido demais e quando damos conta já era...
Quanto ao voltar a estudar é sempre tempo disso, basta querer... Muito.
Beijinhos.

estrela disse...

é verdade Turista há alturas para tudo e com o tempo vamos sabendo disso a cada dia!
se achas que a saúde e os tempos calmos e tranquilos te dão a paz que precisas porquê ansiar por novos desafios?!
bjs

susiedesonho disse...

Se te sentes bem assim, deixa-te estar. O importante é mesmo isso - sentirmos paz interior.

Bj,

Susie de Sonho.

Sofia disse...

Olá querida Manuela, já aqui estou e a seguir-te fielmente!
Apesar de nunca ser tarde demais para alcançarmos alguns projectos, a tranquilidade interior é, realmente, o que nos move acima de tudo :)
Beijinhos

luisa disse...

É sempre tempo de voltar a estudar... desde que tenhamos mesmo motivação para isso. :)

Palco do tempo disse...

se isso te deixava mais feliz devias tentar :)

Flor de Jasmim disse...

Manuela
Não consigo sentir saudades porque não andei lá, comecei a trabalhar numa fabrica aos 13 aninhos, mais tarde mudei de emprego onde trabalhei durante 24 anos mas foi a bater com a cabeça na parede que cheguei a comtabilista. Agora com 54 resta-me aproveitar cada dia que acordo saber vive-lo com muito amor e carinho com o meu Rodrigo minhas filhotas e meus netos, viver um dia de cada vez.
Beijinho

Mónica disse...

Tens tempo.. quem sabe um dia?! ;) Beijinhos *

Custódia C.C. disse...

Manela, minha Amiga
E why not?
Tenho cá para mim que se o decidisses fazer agora, seria sempre um prazer e muito mais fácil do que antes.
Consigo ver-te lá, sabes?
:):)

ana disse...

Querida Manuela e porque não? mas só se tiveres vontade. se de momento estás bem e não sentes essa necessidade aproveita. Como dizes a alturas na vida para tudo. Beijinho

Marta disse...

Concordo plenamente.
Tu já passaste essa fase e a vida é demasiado curta. Tens de aproveitar ao máximo o tempo que tens disponível para ti e para os teus.
Beijinhos.

Ba disse...

Este post podia ter sido escrito por mim. Todos os anos candidato-me a mestrados, mas a preguiça fala tão alto. Não me apetece desperdiçar bons momentos junto dos meus. Mas por outro lado apetece-me aprender mais e enriquecer o CV. Tenho que esperar que a vontade chegue.

Pretty in Pink disse...

Querida Manuela, o tema é os Terrain Vague, ou seja os vazios urbanos ;)

mfc disse...

Aproveita esse tempo livre...
Ocupa-o só com o que te Dê gozo.

PS - As minhas fotos voltam em Novembro... e serão retomadas em Janeiro indefinidamente!
Beijinhos

Naná disse...

Ai Manuela, eu também às vezes penso em voltar aos bancos da "escola" de novo e fazer outra licenciatura! Mas depois penso nas dores de cabeça que são os exames e os trabalhos em grupo e as teses... e ponho logo a ideia de parte!
Prefiro ir fazendo formação profissional, muito mais curta e muito mais prática!
Por isso, não há nada como a qualidade de vida!

Só sedas disse...

Ai Manuela, percebo tão bem isso que sente... não há nada como a paz interior mesmo que às vezes nos queramos por metas que nos desafiem, o sossego fala mais alto.

Nokas disse...

Nunca é tarde demais...há pequenas coisas que valem bem mais a pena :)

Ana disse...

não fosse o preço exorbitante das propinas eu já tinha voltado a estudar.
quando a vida andar melhor podes ter a certeza que volto:)
por isso já sabes qual é o meu conselho;) aprender nunca é demais!
beijinhos

A Produtora de Paparoca disse...

Olá! Bom regresso :).
Eu confesso que ando com uma pós-graduação na cabeça e mais umas ideias...mas depois decido adiar mais um bocadinho.
Bom resto de semana. Bjnhos

:)***

India disse...

Ora e porque nao...eu ate gostava mas nao existe tempo para tudo...joquinhas

Ana (A mamã é só minha) disse...

Querida Manuela
Se achas que não, porque estás bem assim, acho que sim, que estás a pensar bem. Mas se for pela idade, já não concordo. Há um tempo para tudo, sim. Mas esse tempo, é quando nos sentimos em sintonia com o que queremos fazer e algo nos diz: vai, faz! Caso contrário, nunca é a altura certa para nada, pois temos uma tendência de colocar entraves em tudo.

Beijinhos

Anna^ disse...

Engraçado que pensei o mesmo que tu e a semana passada decidi recomeçar devagarinho : matriculei-me no Alemão com 3 horas semanais; começo esta semana...vamos lá ver se isto funciona :)

beijoca

Turista disse...

Minas amigas e meus amigos, se me permitem respondo aos vossos comentários, com o comentário da Maria Teresa:..." sempre lhe disse que se isso interferi-se com a sua tranquilidade, em vez de sabedoria, estava a revelar ignorância."
E também vos torno a dizer: há um tempo para tudo! E não se prende com a idade, querida Ana.
Mas também aprendi a nunca dizer "nunca", queridas *Sininho*, Petra, Rita G., Luisa, Mónica, Custódia, Nokas, Ana.
Marta, esta sintonia que existe entre nós , é deveras engraçada! Green, como tu me entendes!
Sofia, que bom teres voltado! :)
Mfc, espero pelas tuas novas imagens, com agrado.
Teardrop, Lux, Ba, Pretty in Pink, Naná, Ana, Paparoca, muito sucesso e muita força, nos vossos objectivos. :)

Beijinhos, minhas queridas e meus queridos.

B. Cérise disse...

Eu sou muito mais nova e às vezes penso em me inscrever de novo na faculdade para fazer um mestrado ou uma pós-graduação, mas depois pondero tudo e nunca chego a inscrever-me por vários motivos. Há de chegar o dia:), mas não estará para breve!
Há outras coisas importantes, não é, querida Manuela:)?

Um beijinhos*

Claudia disse...

Bem minha querida... eu bem sei (oh se sei!) que trabalhar e estudar é muito dificil de conciliar e que se não tens alguém ao teu lado que te apoie e muito e te compreenda a tua vida pior é. Mas sim, tem de se abdicar de muita coisa. Eu gosto de estudar, mas também adoro a boa vida se queres que te diga... Agora, neste momento faço um mestrado porque espero que me possa abrir mais portas, mas sim também o faço por gosto! Porque também é um prazer! Desculpa a extensão do comentário!
beijinhos

Lilá(s) disse...

Penso da mesma maneira.
Bjs

Turista disse...

Blanche, claro que há! :)

Claudia, não peças desculpa, escreve sempre muito que eu gosto. Muito sucesso no teu mestrado. :)

Lilá(s), e agora mais do que nunca, verdade? ;)

Beijinhos e bom fim de semana, minhas queridas.

Rita disse...

Exactamente, os canudos são importantes mas não preenchem o resto!

Turista disse...

Rita, essa é uma grande verdade!

Beijinhos e bom fim de semana, minha querida.