terça-feira, 3 de abril de 2012

Uma separação sem dramas...

Porque nestes últimos tempos, uma grande amiga passou por este processo...
Porque todos nós conhecemos alguém que necessita muitas vezes de apoio nesta fase difícil, deixo aqui umas dicas que me pareceram interessantes.

(imagem retirada da net)

Os 13 passos indispensáveis para uma separação sem dramas:

Esgotadas todas as tentativas de reconciliação, as conversas e o esforço de compreensão de parte a parte, já não há maneira de fugir à realidade. O casamento acabou.
E agora, o que fazer para evitar (ainda) mais sofrimento?
Para respondermos a esta questão que se coloca aos casais à beira da ruptura, falámos com o psicólogo Vítor Rodrigues e com a terapeuta familiar Cláudia Morais. O resultado é a seguinte lista de estratégias que ajuda a evitar que o divórcio deixe marcas irreparáveis."

A TOMADA DE DECISÃO
 
1. Assumir que o divórcio é uma situação difícil para todos
2. Comunicar a situação aos filhos em conjunto
3. Admitir que os filhos sabem mais do que os adultos prevêem
4. Comunicar a decisão à família alargada
 
DURANTE O PROCESSO DE DIVÓRCIO 

5. Encarar o processo de divórcio como uma fase
6. Evitar o isolamento
7. Esperar que as crianças façam perguntas para as quais não se tem resposta
8. Não criticar o ex-cônjuge
9. Perdoar o outro

DEPOIS DO DIVÓRCIO
10. Fazer o luto
11. Não forçar uma amizade
12. Apresentar novas relações aos filhos
13. Exercer em conjunto o poder paternal

Texto de: Raquel Amaral com Vítor Rodrigues (psicólogo) e Cláudia Morais (terapeuta familiar).

Para acederem ao texto completo visitem a página: http://noticias.sapo.cv/info/artigo/1005446.html

9 comentários:

Sofia disse...

É sempre tão difícil...Mas eu acredito que há vida(nova) depois de um divórcio.
beijinhos para ti e força para a tua amiga

Sexy na Cidade disse...

tinha dado cheio antes...mas por outro lado ha pessoas que n merecem o nosso respeito! So mm a minha ignorancia.

Maria

Su disse...

As pessoas acham muitas vezes estranho eu dar-me tão bem com o meu ex-marido, mas o nosso divórcio foi assim, sem dramas...
E havendo crianças (1 no meu caso) devia ser obrigatório!

FME disse...

É sempre possível mas às vezes bem díficil... Os meus pais já estão divorciados à 5 anos e ainda está tudo um pouco longe de dramas infelizmente... bahhh

estrela disse...

esperemos que a tua amiga consiga ultrapassar...
bjs

Green disse...

É sempre muito difícil passar por uma fase assim, e essas dicas fazem realmente todo o sentido.

Letícia* disse...

É sempre complicado, mas é preferível que continuar numa relação que já não traz nada. Insistir nela também pode também deixar marcas profundas...

Um beijito* enorme para a tua amiga querida Manuela :)

Nós somos muitas vezes mais fortes que nós próprios pensamos. Há que buscar a luz dentro de nós e que por ser pequenina mal se vê, mas continua lá, sempre :)

Beijito :)*

Milaresendes disse...

É, eu te diria que o pior realmente é o período que eu intitulo 'limbo' quando ambos sabem que não tem como seguir em frente, mas teimam em não encarar de frente o fim...
Parece difícil ainda existir esse período em pleno século XXI, mas estou praticamente no meu segundo relacionamento onde esse 'limbo' teima em reinar...
Bjkas
Mila

Ana Sofia disse...

Um divórcio é sempre bastante complicado para todos os envolvidos seja o casal ou os eventuais filhos e por vezes até restantes familiares....quem dera que todos os casos fossem assim..." descomplicados" bj*