segunda-feira, 5 de março de 2012

Parque Nacional Peneda-Gerês

Quando nos aproximamos da Porta de Lamas de Mouro - uma das portas de entrada no PNPG - a vegetação torna-se mais rasteira devido à altitude. A partir daqui estamos sempre em altitudes superiores a 1000 metros...

Nas encostas ainda suaves, os cavalos garranos pastam sossegados...

Uma das normas de conduta nestes locais, é evitar barulhos e atitudes que perturbem os animais e a paz do local...

Os bovinos de raça Barrosã, causam admiração e até algum receio, aqui à Turista...

As Brandas são as aldeias de altitude, onde se fazem as sementeiras, especialmente de batata e centeio...

Nas Brandas, onde a população passa o Verão por serem mais frescas e por as pastagens para o gado abundarem, dizem que as águas são melhores...

Uma série de pontes românicas, fazem a ligação entre as Brandas e as Inverneiras (situadas a altitudes mais baixas)...

Na mudança, os castrejos levavam todos os animais "até o gato" e antigamente até a mobília...

Hoje em dia estas pontes românicas, fazem parte de um percurso bastante agradável de se fazer em qualquer estação do ano (a Rota das pontes românicas)...

A vila de Castro Laboreiro, mantém ainda muito da sua traça original. As gentes são desconfiadas por natureza como todos os montanheses, mas assim que nos conhecem, são de uma simpatia extrema.
E nunca pensem que passam despercebidos, pois aqui toda a gente se conhece e se aparece alguém de fora, é logo "identificado" e não sei como fazem, mas depois de termos andado pelos nossos trilhos, quando regressámos à vila, até o empregado dos CTT, sabia onde tínhamos andado!!

29 comentários:

Felismina disse...

Lindo o Gerês é sem duvida um passeio fantastico!

Bjs.

Julie disse...

Considero-me uma sortuda por já ter conhecido o Gerês.
Adorei e quero lá voltar.
Lindas imagens, obrigada.

*Sininho* disse...

Que imagens lindas!*

Pollykc disse...

que passeio tão lindo! :)

Orquídea Selvagem disse...

O Gerês é sem dúvidas uma das maravilhas sagradas do nosso Portugal. Feliz de mim que o tenho mesmo aqui à mão.

Beijinho :)

Rosa dos Ventos disse...

O Gerês é um caso de amor! :-))
Não prescindo de ir lá pelo menos uma vez por ano...
É um amor que me fica um pouco distante!

Abraço

Joop Zand disse...

Nice place and good photo's Manuela.

Greetings, Joop

Ana Lúcia disse...

Great photos :)
Nunca lá fui mas quero mesmo ir visitar o Gerês.

http://maniac4moda.blogspot.com/

FashionSisters disse...

Adooooro o Gerês! Ainda este semestre fiz um trabalho sobre o PNPG :D

lena disse...

Adoro o Gerês e já passei várias vezes férias la. É lindo!
Beijinhos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Espero um dia conhecer! :)

Isa E. disse...

Manuela, você já pensou em escrever um livro para orientar e aconselhar os turistas que vão conhecer Portugal? :)

Rui da Bica disse...

Peneda, Gerês e todas aquelas aldeias de montanha são tesouros ! :))
Há largos anos andava eu a passear a pé, com a minha mulher e os filhos, pelo "Corno de Bico" (Paredes de Coura). Eram 11 h.
Uma mulherzinha à janela: Olhem, os senhores não são de cá pois não ?...donde são ?
Somos do Porto !
Ai são ?... O Porto fica perto de Leça. Não conhecem o Manel, que trabalha num restaurante em Leça ?... é meu filho !... Conhecem ? :))
Não, minha senhora, há lá muita gente !...
Olhem, não faz mal. Querem entrar p'ra beber um copinho ?...
Agradecemos muito, mas agora não ! :)))
Quando voltarem a passar por aqui, então, batam à porta ! ...

Que gente fantástica ! :)))
.

Sofia disse...

O Gerês é muito bonito. Adoro lá ir! :)
Beijinhos

Karochinha disse...

Querida Manuela, para quem descende de verdadeiros minhotos e tem como quae toda a familia, gente de aldeias remotas e perdidas no meio dessas serras, lá onde eu costumo dizer que "Judas perdeu as botas", onde passei férias e mais férias rodeada de todas aquelas paisagens e barragem e verde e pedras e caminhos e vacas e cavalos, para mim, não é novidade, aliás, a beleza desse minho, desse parque é única, tem tanto para descobrir, tanto para explorar e eu, conhecedora anual, ainda consigo descobrir sempre algo de novo!
Porque também sou filha dessas terras!
Beijocas nossas ;)

abspinola disse...

Bom dia Querida Manuela
Adorei estas fotos deixou me tão nostalgica
Agoro o Geres, adoro o Minho...
Este ano teno que ir fzer novamente Turismo Rural pro Minho...
Bjstos
Boa semana

Green disse...

Adoro o Gerês.

Su disse...

Já não vou lá há muito tempo, mas gosto muito :)**

Opinante disse...

Gostava de visitar o parque este ano...

menina lamparina disse...

E eu nunca fui ao Gerês... ridículo! Tenho que planear a escapadinha! :)*

Letícia* disse...

Eu adoro o Gerês querida Turista, é um lugar muito lindo :)

***

La Sevilhana disse...

Gosto tanto desta zona! Tenho óptimas recordações de criança deste grande parque de oxigénio!

Ana disse...

Manuela este teu post dá vontade de pegar no carro e ir para lá;)
beijinhos

DSMorais disse...

Lindíssimo!
Lindas fotos!
Que saudades deste Gerês... que saudades desses passeios pelo meio da natureza, de mochila às costas e rumo à descoberta!
Que histórias tenho para contar dos bovinos de raça Barrosã...que a mim também me causam um sério receio :))

Muito bom querida Turista!

Beijokas;)
DS

MAG disse...

Também gostei muito quando andei a passear por esses lados :)
Bjs

Catarina disse...

Que lindas paisagens. Momentos bem passados nesse local.

Com Duas Pedras de Gelo disse...

Esta zona do PNPG é magnífica, mas feliz ou infelizmente ainda pouco divulgada. Parece-me que as pessoas conhecem mais a parte do Gerês do que da Peneda.
Um dos meus próximos objectivos é voltar a Germil e Ermida (Ponte da Barca).

Miss Pepper disse...

Era uma vez uma Miss Pepper que foi passear pelo PNPG. Ela e uma amiga foram admirar os cavalinhos mais de perto porque estavam fascinadas pela beleza dos animais. Só que se esqueceram de um pequeno pormenor: as malas que tinham eram de... palha! Os bichinhos acharam que as malas eram apetitosas e queriam comer-nos as malas! ahahahahaha! Há fotos a documentar... :D

mfc disse...

Uma reportagem linda que me despertou o prazer de uma revisitação.